Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/7268
Tipo: doctoralThesis
Título: Formação em enfermagem orientada pela integralidade: indicadores presentes em projetos pedagógicos de cursos de graduação do Rio Grande do Sul
Autor(es): Estima, Sonara Lúcia
Orientador: Pereira, Marcos Villela
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Educação
Data de Publicação: 2010
Palavras-chave: EDUCAÇÃO
PEDAGOGIA
ENFERMAGEM - FORMAÇÃO PROFISSIONAL
ENFERMAGEM - ENSINO
Resumo: Higher education institutions have mobilized knowledge and practices in order to develop the learning of integrality, fundamental principle of SUS, and a constant item in the guidelines for training in all health professions. This study aimed to verify the presence of integrality indicators in Pedagogical Projects in Nursing Undergraduate Courses in Rio Grande do Sul, from the imposition of DCN (National Curricular Guidelines); map integrality indicators according to the categories established in the study; analyze the integrality of indicators and verify their use as theoretical and epistemological foundation for the formation of these health professionals. Given the qualitative nature of the study, a methodology of documental research was used. The documents analyzed for the formation of the corpus were the pedagogical projects of Nursing Graduate Programs in Rio Grande do Sul. The categories analysis composition referenced the Analytical Matrix of the experiences of integrality teaching, from the project Ensina SUS: Practices and processes in training and care, adapted to the objectives of the study. The categories were: Institutional pedagogical-political processes/relationships in health, Content Selection, Learning Scenarios and Care Networks. Considering these categories we infer that the training of nurses is a field in which the entire premise is for the reorganization of health practices, since it determines the acquisition of competencies and skills for professional practice. That requires an understanding of education as a process built by different actors that move as subjects that determine health, education and social control practices, including intersubjective situations and a set of ethical and moral values. We conclude that the learning of integrality in health care is shown in the production of a care that is effective, humanized and effectively focused on the needs of individual and collective users of health services. It is expected that schools prepare highly qualified health professionals with skills and abilities to provide health care in line with the principles of SUS, guided by the logic of integrality and humanization of care.
As instituições de ensino superior têm mobilizado saberes e práticas no intuito de desenvolver a aprendizagem da integralidade, princípio fundamental do SUS, e item constante nas diretrizes para a formação em todas as profissões de saúde. Este estudo teve como objetivos verificara presença de indicadores de integralidade em Projetos Pedagógicos de Cursos de Graduação em Enfermagem no Rio Grande do Sul, a partir da instituição das DCN (Diretrizes Curriculares Nacionais); mapear os indicadores de integralidade de acordo com as categorias estabelecidas no estudo; analisar os indicadores de integralidade e verificar sua utilização como fundamentação teórica e epistemológica, para a formação desses profissionais de saúde. Considerando a natureza qualitativa do estudo foi utilizada como metodologia de pesquisa a análise documental. Os documentos analisados para formação do corpus do estudo foram os Projetos Pedagógicos dos Cursos de Graduação em Enfermagem do Rio Grande do Sul. A composição das categorias de análise teve como referencial a Matriz Analítica das experiências de ensino da integralidade, do Projeto Ensina SUS: práticas e processos na formação e no cuidado, adaptado aos objetivos do estudo. As categorias de análise foram: Processos/relações pedagógico político institucionais na saúde, Seleção de Conteúdos, Cenários de aprendizagem e Redes de cuidado. Considerando estas categorias inferimos que a formação dos enfermeiros se apresenta como um campo em que a integralidade é premissa para a reorganização das práticas em saúde, uma vez que determina a aquisição de competências e habilidades para a prática profissional. Que requer uma compreensão do ensino como um processo construído por diversos atores que se movimentam como sujeitos que determinam as práticas de saúde, de educação e de controle social incluindo situações de ordem intersubjetiva e um conjunto de valores éticos e morais. Concluímos que a aprendizagem da integralidade na atenção se objetiva na produção do cuidado eficaz, humanizado e efetivamente centrado nas necessidades dos usuários individuais e coletivos dos serviços de saúde. Espera-se que as escolas preparem profissionais de saúde altamente qualificados, com competências e habilidades para prestar cuidados de saúde em consonância com os princípios do SUS, pautados na lógica da integralidade e da humanização no cuidado.
URI: http://hdl.handle.net/10923/7268
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000468740-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo1,25 MBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.