Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/7423
Tipo: masterThesis
Título: Desenvolvimento de estruturas poliméricas bioativas macroporosas destinadas à engenharia de tecido ósseo
Autor(es): Soares, Gabriela Borges
Orientador: Hübler, Roberto
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Tecnologia de Materiais
Data de Publicação: 2015
Palavras-chave: ENGENHARIA DE MATERIAIS
ENGENHARIA TECIDUAL
MATERIAIS BIOCOMPATÍVEIS
HIDROXIAPATITA
Resumo: Lesions in bone tissue reach 15 million cases per year worldwide. Thus, a significant amount of bone tissue transplants have been performed in recent years. A promising alternative to bone graft is in the field of tissue engineering, which is based on the use of polymeric structures acting as support for hard tissue regeneration. The objective of this project was look for the association of the PLGA copolymer, to the bioceramic hydroxyapatite, to form a polymeric bioactive macroporous structure. The preparation was made through the PLGA dissolution in chloroform, followed by addition of sodium chloride and hydroxyapatite (porogenic agent). Molding of the samples was performed by compression in hydraulic press. After, was performed the leaching of the scaffolds, followed by treatment with NaOH. Finally the composites obtained were characterized by FEG - SEM, in order to analyze qualitatively the morphology, porosity and interconnectivity of the pores; the hydrophilicity of the surface was evaluated by wettability tests it was proved chemical treatment efficiency; in vitro hydrolytic degradation assays performed as a function of time demonstrate that the percentage of degradation of various types of scaffolds did not showed significant changes between 14 and 42 days. Hydrolytic degradation assays found yet that the fluid retention was higher in scaffolds chemically treated; compression tests evaluated the mechanical behavior of different types of scaffolds made. It was concluded then that the methodology used originated macroporous composites that may be applied in bone tissue engineering.
Lesões em tecido ósseo chegam a somar 15 milhões de casos por ano mundialmente. Diante disso, uma quantidade significativa de transplantes de tecidos ósseos tem sido realizada nos últimos anos. Uma alternativa promissora para enxertos ósseos está na área da engenharia de tecidos, que se baseia na utilização de estruturas poliméricas atuando como scaffolds para regeneração do tecido duro. O objetivo deste trabalho foi buscar a associação entre o copolímero PLGA e a biocerâmica hidroxiapatita com a finalidade de formar uma estrutura polimérica bioativa macroporosa. A confecção foi dada através da dissolução de PLGA em clorofórmio, seguida da adição de hidroxiapatita e cloreto de sódio (agente porogênico). A moldagem das amostras foi realizada por compressão em prensa hidráulica. Após, foi feita a lixiviação das amostras, seguida do tratamento com NaOH. Finalmente os compósitos obtidos foram caracterizados através de MEV-FEG, visando analisar qualitativamente a morfologia, a porosidade e a interconectividade dos poros; a hidrofilicidade das superfícies foi analisada por testes de molhabilidade em que foi comprovada a eficiência do tratamento químico; ensaios de degradação hidrolítica realizados em função do tempo revelaram que o percentual de degradação dos diferentes tipos de scaffolds não apresentou mudança significativa entre os tempos de 14 e 42 dias. O ensaio de degradação hidrolítica constatou ainda que a retenção de líquido fora maior em scaffolds tratados quimicamente; os ensaios de compressão avaliaram o comportamento mecânico dos diferentes tipos de scaffolds confeccionados. Concluiu-se, então, que a metodologia utilizada originou compósitos macroporosos que podem vir a ser aplicados na engenharia de tecido ósseo.
URI: http://hdl.handle.net/10923/7423
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000471017-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo5,57 MBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.