Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://hdl.handle.net/10923/7489
Tipo: masterThesis
Título: Hospitalizações de idosos por condições sensíveis à atenção primária no Brasil
Autor(es): Fernandes, Sheila Ferreira
Orientador: Bós, Ângelo José Gonçalves
Editor: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Gerontologia Biomédica
Fecha de Publicación: 2015
Palabras clave: MEDICINA
GERONTOLOGIA
SAÚDE PÚBLICA
ENVELHECIMENTO
SAÚDE DA FAMÍLIA
Resumen: Introduction: The focus was an increase in the elderly population in Brazil and worldwide. Hospitalizations in the elderly are the most costly part representatively in the population of Brazil. In 2011, Brazil spent about 3. 3 billion reais in hospitalizations for this age group, which accounts for about 30% of the total amount spent for about 10% of the population. One way to reduce these costs would be avoiding hospitalizations for sensitive conditions primary care (HSCPC) health through the expansion of the Family Health Strategy (FHS). To evaluate the relationship between HSCPC in the elderly and the FHS coverage in Brazil from 2003, 2008 and 2013. And also identify potential variables that influence these admissions. Methods: Through the DATASUS database and Hospital Information System of the Unified Health System (SIH / SUS), was evaluated by linear regression, the relationship between HSCPC rate and FHS coverage in all UF in over 60 in the periods in question. They also analyzed the specific causes of hospitalizations in the elderly and its association with the Human Development Index (HDI) and the Gini coefficient of each state. Results: There was no significant association between the percentage of HSCPC and the FHS coverage percentage in periods. Some diseases, like diabetes and heart failure, tended to reduce these periods, but this was not statistically significant. However, we found an inverse relationship of HSCPC and the human development index of each state and not with the Gini coefficient. Conclusion: The results of this study need to be improved, since the extensive diversity of our country and their conditions of access to outpatient and inpatient health. The HSCPC seem to be related to a broader context of the health-disease that can be represented by the human development index in UF Brazil.
Introdução: Evidencia-se um aumento da população idosa no Brasil e no mundo. Hospitalizações em idosos são a parte mais onerosa representativamente na população do Brasil. Em 2011, o Brasil gastou cerca de 3,3 bilhões de reais em hospitalizações para esta faixa etária, o que corresponde a cerca de 30 % do valor total gasto para cerca de 10% da população. Uma das formas de reduzir tais custos seria evitando as internações por condições sensíveis a atenção primária (ICSAP) a saúde através da ampliação da estratégia de saúde da família (ESF).Objetivo: Avaliar a relação entre as ICSAP em idosos e a cobertura de ESF no Brasil nos períodos de 2003, 2008 e 2013. E também identificar possíveis variáveis que influenciem nessas internações.Métodos: Através do banco de dados do DATASUS e Sistema de Informações Hospitalares do Sistema Único de Saúde (SIH/SUS), foi avaliada, através de regressão linear, a relação entre a taxa de ICSAP e a cobertura de ESF em todas as UF em maiores de 60 anos nos períodos em questão. Também foram analisadas as causas específicas de internações em idosos e sua associação com o índice de desenvolvimento humano (IDH) e o coeficiente de Gini de cada UF. Resultados: Não houve associação significativa entre o percentual de ICSAP e o percentual de cobertura de ESF nos períodos avaliados. Algumas doenças, como diabetes mellitus e insuficiência cardíaca, apresentaram tendência a redução nestes períodos, mas esta não foi significativa estatisticamente. No entanto, encontrou-se uma relação inversa das ICSAP e o índice de desenvolvimento humano de cada UF e não com o coeficiente de Gini. Conclusão: Os resultados deste estudo precisam ser aprimorados, visto a extensa diversidade de nosso país e suas condições de acesso a saúde ambulatorial e hospitalar. As ICSAP parecem estar relacionadas a um contexto mais amplo do processo saúde-doença que pode ser representado pelo índice de desenvolvimento humano nas UF do Brasil.
URI: http://hdl.handle.net/10923/7489
Aparece en las colecciones:Dissertação e Tese

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción TamañoFormato 
000472633-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo1,83 MBAdobe PDFAbrir
Ver


Todos los ítems en el Repositorio de la PUCRS están protegidos por derechos de autor, con todos los derechos reservados, y están bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial 4.0 Internacional. Sepa más.