Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10923/7526
Type: masterThesis
Title: Diversidade genética e estruturação populacional do lobo-marinho-de-Galápagos, Arctocephalus galapagoensis
Author(s): Lopes, Fernando Ricardo Vieira
Advisor: Bonatto, Sandro Luis
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Graduate Program: Programa de Pós-Graduação em Zoologia
Issue Date: 2015
Keywords: GENÉTICA
ZOOLOGIA
BIOGEOGRAFIA - AMÉRICA DO SUL
MAMÍFEROS MARINHOS
LOBOS MARINHOS
Abstract: The Galapagos fur seal, Arctocephalus galapagoensis, shows one of the most restricted species distribution range under the Otariidae family, with its distribution restricted to northwest of Galapagos Islands. Among the major threats to the conservation of Galapagos fur seals was the exploitation, that almost drove the species to extinction in the early nineteenth century due to the high economic and subsistence value of its skin and blubber. Currently, the species faces frequents events of El Niño that affect the base of the food chain in the equatorial Pacific Ocean, consequently the predatory and top predatory species like the fur seals. Both hunting and El Niño events led the species to Red List of Endangered Species of International Union for Conservation of Nature, indicating a ≥50% of population in the last 30 years. However, until now, there are no studies related to conservation problems and genetic variability and how genetic variability is represented in the space along the distribution range of Galapagos fur seal. To access the information about genetic diversity, population structure and demographic oscillation as well as how genetic variability is represented in the space we used molecular techniques applying two kinds of markers: a mitochondrial marker (control region, maternal inheritance) and nuclear marker (18 microsatellites loci, bi parental inheritance). The fur seals were sampled in the three major Galapagos fur seals colonies: Cape Hammond (Fernandina Island), Banks Bay (Isabela Island) and Cape Marshall (Isabela Islands). Our results showed that there is a strong female natal fidelity with 33. 9% of mtDNA occurring among partitioned colonies. In this sense, this natal philopatry, was converted in fine-scale matrilineal population structure. In the other hand, the population structure inferred by nuclear loci was week. This suggests that males are the main responsible by gene flow among sampled localities, even in a highly mobile species like Galapagos fur seal. Here we discuss the importance of natal philopatry and fine-scale matrilineal population structure of Galapagos fur seal species and their implications for management and conservation in the one of the most representative wildlife sanctuaries, the Galapagos archipelago.
O lobo-marinho-de-Galápagos, Arctocephalus galapagoensis, apresenta uma das mais restritas distribuições geográficas dentro da família Otariidae, distribuindo-se especialmente à região noroeste das Ilhas Galápagos. Entre as principais ameaças à conservação da espécie está a caça, responsável pela quase extinção da espécie no início do século XIX, devido ao alto valor econômico e de subsistência da pele e gordura destes animais; e também os recorrentes eventos do fenômeno El Niño, o qual afeta toda a base da cadeia trófica do Pacífico equatorial e, por consequência, as espécies predadoras e de topo de cadeia trófica como o lobo-marinho-de-Galápagos. Tanto a caça, quanto os recorrentes eventos de El Niño, levaram a espécie à Lista Vermelha de Espécies Ameaçadas de Extinção da União Internacional para a Conservação da Natureza (do inglês IUCN), indicando que houve ≥50% de redução populacional observada nos últimos 30 anos. No entanto, até o momento, não há estudos que verificaram possíveis efeitos dos problemas mencionados sobre a variabilidade genética da espécie, nem como esta variabilidade está representada espacialmente ao longo da área de distribuição do lobo-marinho-de-Galápagos. Para obter as informações de diversidade genética, estruturação populacional e para verificar possíveis oscilações demográficas, bem como verificar como a variabilidade está distribuída no espaço nós utilizamos de técnicas moleculares, aplicando o uso de dois tipos de marcadores de DNA: um mitocondrial (mtDNA - de herança exclusivamente materna), através da aplicação de parte da região controladora, e outro nuclear (herança bi-parental), através da aplicação de 18 loci de microssatélites de DNA em amostras coletadas nas três maiores colônias da espécie: Cabo Hammond (Ilha Fernandina), Baía Banks (Ilha Isabela) e Cabo Marshall (Ilha Isabela).Verificamos com nossos resultados que mesmo as colônias analisadas estando distante cerca de 70 Km há uma forte fidelidade das fêmeas ao sítio de nascimento, com 33,9% da variação no mtDNA estando particionada entre colônias. Por outro lado, a estrutura populacional inferida através dos loci nucleares foi fraca. Nossos resultados além de mostrar uma forte fidelidade das fêmeas ao sítio de nascimento, mostrou que os machos são os principais responsáveis pelo fluxo gênico e que a fidelidade ao sítio de nascimento das fêmeas pode ser convertida em estruturação genética espacial em fina escala, mesmo em espécies que apresentam alta capacidade de deslocamento como é o caso de diversas espécies de pinípedes e, em especial, o lobo-marinho-de-Galápagos. Neste sentido, discutimos também neste estudo a importância da filopatria natal e consequente estruturação genética em fina escala para o manejo e conservação do lobo-marinho-de-Galápagos, neste que um dos maiores e mais representativos santuários da vida silvestre, o arquipélago de Galápagos.
URI: http://hdl.handle.net/10923/7526
Appears in Collections:Dissertação e Tese

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
000473894-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo1,62 MBAdobe PDFOpen
View


All Items in PUCRS Repository are protected by copyright, with all rights reserved, and are licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License. Read more.