Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://hdl.handle.net/10923/7760
Tipo: doctoralThesis
Título: O alçamento das vogais médias átonas finais: uma interface entre aquisição da linguagem e variação linguística
Autor(es): Souza, Susana Silva de
Orientador: Brescancini, Cláudia Regina
Editor: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Letras
Fecha de Publicación: 2015
Palabras clave: AQUISIÇÃO DA LINGUAGEM
VARIAÇÃO (LINGUÍSTICA)
PORTUGUÊS - VOGAIS
LINGUÍSTICA
Resumen: O presente estudo investiga, à luz da Teoria da Variação (LABOV,1972, 2001), o alçamento das vogais médias, em posição átona final, na fala de crianças entre as idades de 1:3 e 12 anos e de adultos, cuidadores dessas crianças, residentes nas localidades de Pelotas, Porto Alegre e Vista Alegre do Prata no Rio Grande do Sul. A observação da aquisição do sistema vocálico tônico e postônico final de 8 crianças (5 meninos e 3 meninas), com idades entre 1:3 e 2:0, em acompanhamento longitudinal (seis meses), indicou que as sete vogais tônicas já estão adquiridas a partir da idade de 1:7. Com relação ao sistema postônico final, os resultados revelaram a presença das vogais [i, e, o, u] nos dados de Vista Alegre do Prata e das vogais [i, u] em Porto Alegre/Pelotas. A investigação do processo de alçamento das vogais médias átonas finais /e/ e /o/ na fala de 44 crianças, com idade entre 1:7 e 12 anos, de Vista Alegre do Prata revelou o papel condicionador das variáveis Contexto Precedente, Contexto Seguinte, Faixa Etária e Sexo tanto para a vogal coronal quanto para a vogal labial. Em se tratando da amostra Adultos de Vista Alegre do Prata, os resultados estatísticos para ambos as vogais apontaram o condicionamento das variáveis Contexto Precedente e Tipo de Sílaba. Os resultados obtidos para a amostra de crianças de Pelotas/ Porto Alegre apontaram que a produção das vogais altas é praticamente categórica. A comparação entre os resultados obtidos para as crianças e para seus cuidadores indicou correlação no que se refere à variante preferida em posição átona final, confirmando desse modo o papel fundamental do input na emergência da variação no processo de aquisição de língua materna.
The present study investigates, in the light of Labov’s Variation Theory (1972, 2001), the raising of the mid vowels in unstressed final position in the speech of children between the ages of 1:3 and 12 and of their adult caregivers, all residents in the cities of Pelotas, Porto Alegre and Vista Alegre do Prata in the State of Rio Grande do Sul. The inicial six-month longitudinal study of the acquisition of the tonic and final post-tonic vowel system of 8 children (5 boys and 3 girls), aged between 1:3 and 2:0, indicated that the seven stressed vowels are already acquired from the age of 1:7. As for the final post-tonic system, the results revealed the presence of the vowels [i, e, o, u] in the data of Vista Alegre do Prata and the vowels [i, u] in Porto Alegre/Pelotas from the age of 1:7. The investigation of the raising process of final unstressed mid-vowels in the speech of 44 children, aged between 1:7 and 12 from Vista Alegre do Prata, revealed the conditioning role of the variables Preceding Context, Following Context, Age Group and Sex for both the coronal and the labial vowel. In the sample of adults from Vista Alegre do Prata, the statistical results for both vowels indicated the conditioning role of the variables Preceding Context and Syllable Type. The results obtained for the sample of children from Pelotas/Porto Alegre pointed out that the production of high vowels is almost categorical. A comparison between the results obtained for the children and their caregivers indicated a correlation with respect to the preferred variant in unstressed final position, thereby confirming the essential role of the input in the emergence of sociolinguistic variation in child language acquisition.
URI: http://hdl.handle.net/10923/7760
Aparece en las colecciones:Dissertação e Tese

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción TamañoFormato 
476877 - Texto Completo.pdfTexto Completo6,02 MBAdobe PDFAbrir
Ver


Todos los ítems en el Repositorio de la PUCRS están protegidos por derechos de autor, con todos los derechos reservados, y están bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial 4.0 Internacional. Sepa más.