Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10923/8337
Type: masterThesis
Title: A dança do brincante: um estudo sobre a aprendizagem em espaços de festa popular
Author(s): Bauermann, Laura
Advisor: De la Fare, Mónica
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Graduate Program: Programa de Pós-Graduação em Educação
Issue Date: 2016
Keywords: DANÇAS POPULARES E NACIONAIS
APRENDIZAGEM
EDUCAÇÃO
Abstract: Esta dissertação apresenta uma análise acerca das aprendizagens envolvidas nas danças que acontecem em festas da cultura popular brasileira. Objetivou-se investigar uma perspectiva do fazer brincante para criação de movimento, enquanto processo de aprendizagem em dança. Para tanto, realizei uma investigação sobre o termo brincante, presente em parte dos estudos em danças populares, a fim de considerar os seus fazeres como formas de participação nas festas populares. Tendo o fazer brincante como ponto de partida, analisei as noções de experiência estética e percepção corporal do sujeito que dança rodeado de condições culturais, presentes no momento da festa. A experiência estética é, aqui, a possibilidade de abertura a esse momento e o que permite aproximar o acontecimento festivo à noção de aprendizagem. A fim de evidenciar os meios de interação entre o sujeito e o espaço da festa, articulo teorias a respeito das percepções sensoriais, que envolvem a prática somática e o conceito de aprendizagem. Para desenvolver tal investigação, realizei uma pesquisa teórica a partir da análise reflexiva de referências bibliográficas, articuladas com registros que emergiram das minhas experiências enquanto aprendiz em três festas populares: um cortejo de carnaval, uma festa de jongo e uma procissão de maçambique. A articulação entre dança popular, brincante, experiência estética e percepção somática permitiu ampliar os sentidos da aprendizagem e orientou a discussão à dimensão da aprendizagem em dança que implica criar movimentos e organizar o corpo a partir das relações envolvidas em participar da festa popular.
This dissertation presents an analysis about the learning involved in dances which take place in festivities of the brazilian popular culture. Its objective was to investigate the perspective of the brincante making for movement creation, as a process of dance learning. For that, I performed an investigation about the term brincante, present in part of the popular dances studies, to consider their makings as ways of participating in the popular festivities. Having this “brincante” making as starting point, I analysed the notions of aesthetic experience and body perception of the individual who dances surrounded by the cultural circumstances of the festivity. The aesthetic experience is, here, the possibility of opening to this moment and, also, what allows to approximate the festive event to the notion of learning. In order to evidence the means of interaction between the individual and the space, I articulate theories concerning sensory perceptions, which involve somatic practice and the concept of learning. To develop such investigation, I made a theoretical research through a reflexive analysis of blibliographic references, articulated with registers which emerged from my experiences as an apprentice in three popular festivities: a carnival cortege, a Jongo festivitity and a Maçambique procession. The articulation among popular dance, brincante, aesthetic experience and somatic perception allowed to expand the meanings of learning and oriented the discussion to the dimension of dance learning, which implies creating movements and organizing the body from the relations involved in participating of the popular festivity.
URI: http://hdl.handle.net/10923/8337
Appears in Collections:Dissertação e Tese

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
000478781-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo1,34 MBAdobe PDFOpen
View


All Items in PUCRS Repository are protected by copyright, with all rights reserved, and are licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License. Read more.