Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/8601
Tipo: doctoralThesis
Título: As relações entre as motivações intrínsecas e extrínsecas para o compartilhamento de conhecimento
Autor(es): Diehl, Felipe Müller
Orientador: Oliveira, Mírian
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Administração
Data de Publicação: 2016
Palavras-chave: GESTÃO DO CONHECIMENTO
COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL
ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS
Resumo: Knowledge management is critical for organizations, especially knowledge sharing, the way which knowledge circulates in companies. Although, people are not always motivated to share knowledge in their organizations, reason that makes the study of knowledge sharing motivations relevant. Thus, this thesis main objective is to verify intrinsic and extrinsic factors influence in knowledge sharing. After a bibliographical research, a model with 27 constructs antecedents of knowledge sharing was defined. Given the difficulty of applying a survey with 130 items that contemplate all these constructs, the model was reduced. The final model has individual motivation constructs, altruism and perceived behavioral control; social motivation constructs, subjective norm and reciprocity; and organizational motivation constructs, organizational climate and financial incentives, being gender, experience, education, quantity of organizational employees and time working in the company used as control variables. Aiming to analyze the influence of scale in the relationships of antecedents of knowledge sharing, two models of analysis were instantiated, one with a single knowledge sharing construct, and other with a knowledge donation construct and a knowledge collection construct.Validation of both models was performed through structural equations modelling, specifically Partial Least Squares in a non-probabilistic sample of 208 respondents. Results indicate that there are differences in antecedents’ relationships, given the used scales for measuring knowledge sharing. Altruism was the only construct accepted in both scales. Perceived behavioral control and organizational climate are related only with the one construct scale and donation scale, while reciprocity and subjective norm are related only with knowledge collection construct. Financial incentives are significant only with the scale of one construct. Differences between analyzed groups were found, given the control variables.
A gestão do conhecimento é crítica para as organizações, especialmente o compartilhamento do conhecimento, maneira pela qual o conhecimento circula nas empresas. Entretanto, nem sempre as pessoas estão motivadas para compartilhar conhecimento em suas organizações, o que torna relevante o estudo das motivações de compartilhamento do conhecimento. Assim sendo, o objetivo geral desta tese é verificar a influência dos fatores intrínsecos e extrínsecos sobre o compartilhamento do conhecimento. Após a realização de uma pesquisa bibliográfica, chegou-se a um modelo com 27 construtos antecedentes de compartilhamento do conhecimento. Dada a dificuldade de se aplicar um questionário com 130 itens que contemplasse todos estes construtos, o modelo foi reduzido. O modelo final conta com construtos de motivação individual, altruísmo e controle comportamental percebido; de motivação social, norma subjetiva e reciprocidade; e de motivação organizacional, clima organizacional e incentivos financeiros, sendo utilizado o gênero, experiência, educação, quantidade de empregados da organização e tempo na empresa como variáveis de controle. Objetivando analisar a influência da escala nas relações dos antecedentes de compartilhamento do conhecimento, foram instanciados dois modelos de análise, um com um único construto de compartilhamento de conhecimento, e outro com um construto de doação de conhecimento e outro construto de coleta de conhecimento.A validação dos dois modelos foi realizada através de equações estruturais, especificamente Partial Least Squares em uma amostra nãoprobabilística de 208 respondentes. Os resultados indicam que existem diferenças nas relações com os antecedentes, dadas as escalas utilizadas para mensurar o compartilhamento do conhecimento. O altruísmo foi o único construto suportado em ambas as escalas. Controle comportamental percebido e clima organizacional são relacionados apenas a escala de um construto e a de doação, enquanto que a reciprocidade e a norma subjetiva se relacionam apenas com o construto de coleta de conhecimento. Incentivos financeiros são significantes apenas com a escala de um construto. Foram encontradas diferenças entre os grupos analisados, dadas as variáveis de controle.
URI: http://hdl.handle.net/10923/8601
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000479791-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo2,06 MBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.