Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/8794
Tipo: masterThesis
Título: A motivação para aprender do nativo digital pela perspectiva de professores, alunos e da neurociência
Autor(es): Suecker, Simone Krause
Orientador: Gessinger, Rosana Maria
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e Matemática
Data de Publicação: 2016
Palavras-chave: APRENDIZAGEM
NEUROCIÊNCIA
TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO
EDUCAÇÃO
Resumo: Essa pesquisa tem por objetivo analisar quais fatores influenciam a motivação dos alunos nativos digitais para aprender. A investigação foi desenvolvida por meio de um estudo de caso com enfoque numa abordagem qualitativa e com alguns dados de natureza quantitativa. Os sujeitos da pesquisa são quatro professores das disciplinas de Matemática, Química, Física e Biologia e 41 estudantes de uma turma do primeiro ano do ensino médio de uma escola da rede privada de Porto Alegre/RS. Como instrumentos na coleta de dados foram utilizados: questionário; entrevista; diário de campo contendo registros das observações realizadas em sala de aula. As informações coletadas foram analisadas por meio da Análise Textual Discursiva (ATD) da qual emergiram quatro grandes categorias: Perfil dos nativos digitais participantes da pesquisa; Contextualização do conteúdo como forma de despertar o interesse no aluno; Importância do vínculo afetivo para a aprendizagem; Motivação para aprender desencadeada pelo protagonismo e pela interação social. Para auxiliar na compreensão do fenômeno foram utilizados autores como Wallon (1995), Piaget (1999; 2014) e Vygotsky (1999) dentre outros; além das contribuições da neurociência segundo Lent (2001), Palmini (2010), Gazzaniga e Heatherton (2005) bem como outros neurocientistas.Os resultados obtidos evidenciam que: (a) os nativos digitais valorizam o protagonismo em atividades práticas em grupo na interação com os colegas (b) o relacionamento afetivo com o professor entusiasmado e bem-humorado contribui para o aprendizado gerando ambiente de confiança; (c) os conteúdos da aula devem ter utilidade, e ser contextualizados com a realidade dos alunos para que ganhem sentido e que possam ser significativos; (d) as Tecnologias de Informação e Comunicação são apreciadas pelos estudantes e aprovadas para serem utilizadas em aula por se aproximarem do seu cotidiano, além de proporcionarem interatividade com a tecnologia, na construção ativa do conhecimento, configurando mais um recurso para uma prática pedagógica motivadora da aprendizagem.
This research aims to analyze which factors influence the motivation of the digital native students to learn. The investigation was developed through a case study focusing on a qualitative approach and some quantitative data. The research subjects are four teachers in the disciplines of mathematics, chemistry, physics and biology and 41 students in a class the first year of high school in a private school of Porto Alegre / RS. As instruments for data collection were used: questionnaire; interview; field diary containing records of observations made in the classroom. The data were analyzed by Discourse Textual Analysis (DTA) which emerged four major categories: Profile of digital natives research participants; Contextualization of the content as a way to spark interest in the student; Importance of bonding for learning; Motivation to learn triggered by the leadership and social interaction. To assist in the understanding of the phenomenon were used authors as Wallon (1995), Piaget (1999, 2014) and Vygotsky (1999), among others; beyond neuroscience contributions under Lent (2001), Palmini (2010), Gazzaniga and Heatherton (2005) and other neuroscientists. The results show that: (a) the digital natives value the role in practical group activities in interaction with peers (b) the affective relationship with the enthusiastic and humorous teacher contributes to generating learning environment of trust; (C) the class content should be useful and be contextualized with the reality of students to gain direction and which can be significant; (D) Information and Communication Technologies are appreciated by students and approved for use in class to approach their daily lives, and provide interactivity with the technology, the active construction of knowledge by setting another resource for teaching motivating practice learning.
URI: http://hdl.handle.net/10923/8794
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000479972-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo1,49 MBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.