Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://hdl.handle.net/10923/8796
Tipo: masterThesis
Título: O processo de formação de mediadores no Museu de Ciências e Tecnologia da PUCRS: entre saberes e fazeres, o ser da mediação
Autor(es): Giglio, Roberta
Orientador: Ferraro, José Luis Schifino
Editor: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e Matemática
Fecha de Publicación: 2016
Palabras clave: INTERATIVIDADE
MUSEUS DE CIÊNCIA
EDUCAÇÃO INFORMAL
ALFABETIZAÇÃO
EDUCAÇÃO
Resumen: O presente trabalho objetivou compreender o processo de formação/capacitação dos mediadores no MCT-PUCRS, a partir de uma abordagem de natureza qualitativa do tipo Estudo de Caso. Foram aplicados questionários para obtenção do perfil dos mediadores, realizadas entrevistas semiestruturadas, utilizando a técnica de Grupo Focal para obtenção de informações relacionadas à atuação e ao papel desses no Museu, bem como seu processo de capacitação. Os dados coletados a partir das entrevistas semiestruturadas foram confrontados entre os grupos entrevistados com o intuito de atingir uma espécie de consenso sobre o papel do mediador no MCT- PUCRS, para que se pudesse entender como ocorre a formação desse profissional. A partir da metodologia de Análise Textual Discursiva (MORAES; GALIAZZI, 2011), foram estipuladas três categorias que emergiram por meio da análise dos questionários aplicados aos 20 mediadores participantes da pesquisa, bem como das entrevistas semiestruturadas realizadas com os grupos focais cujos integrantes foram mediadores, outros funcionários e a equipe diretiva do MCT-PUCRS. Todo esse processo de construção e emergência das categorias resultou na obtenção de uma série de informações e dados significativos sobre a realidade da mediação no MCT-PUCRS, o que possibilitou um entendimento mais profundo sobre o processo de capacitação dos mediadores – elemento integrante e indispensável de sua formação – e como esse está diretamente relacionado à formação do “sujeito mediador”.Além disso, analisando os resultados, descortinou-se, também, fortemente um mediador imbricado em uma série de relações interpessoais. Assim, concluiu-se que o processo de formação de um mediador não se faz apenas em capacitações de conteúdo específicos e relacionados com os experimentos interativos do Museu, mas também na vivência desse sujeito humano, que atende e se relaciona com outros indivíduos. Foi possível averiguar que a formação dos mediadores envolve aspectos de constituição subjetiva, visto que o processo de constituição do “ser mediador” não ocorre apenas quando ele conhece seu papel e suas atribuições na área expositiva do Museu, mas através de suas ações humanas – dentre as quais podemos destacar, por exemplo, as educativas – além de suas vivências e trocas de experiências com seus colegas e com o público em geral.
This article aimed at understanding the process of training/capacity-building of mediators at the Science and Technology Museum of the Pontifical Catholic University of Rio Grande do Sul (MCT-PUCRS). Grounded in a Case Study-type of qualitative approach, semi-structured interviews were carried out using the Focus Group technique to gather information related to the role and actions of these mediators at the Museum, as well as to their capacity-building process. The data collected from the semi-structured interviews were compared between the groups in order to some kind of consensus to be reached about the role of mediators at the MCT-PUCRS, so that it could be possible to understand how the training of these professionals happens. Based on the Discursive Textual Analysis methodology (MORAES; GALIAZZI, 2011), three categories were established. These categories were defined through the analysis of the questionnaires completed by the 20 mediators who participated in the research, as well as the analysis of the semi-structured interviews which were conducted with the focus groups, whose members were mediators, other employees and the managing team of the MCT-PUCRS. This whole process of construction and emergence of the categories resulted in a series of meaningful information and data about the reality of mediation at the MCT-PUCRS, and such facts enabled a deeper understanding of the process of capacity-building of mediators (an indispensable element of their training) and of how this is connected to the formation of a “mediating subject”.Additionally, by analyzing the results it was also possible to clearly see mediators who are imbricated in a series of interpersonal relations. Thus, the conclusion was that the training of a mediator occurs not only through capacity-building processes based on specific contents related to the interactive experiments of the Museum, but also by means of the life experience of these human beings, who deal with and relate to other individuals. It can be seen that the training of mediators involves aspects of subjective constitution, for the process of constitution of the “mediating being” does not happen only when these people become aware of their roles and responsibilities in the exhibition area of the Museum, but in the course of their human actions – among which the educational ones, for example, are a highlight – and also during their daily lives and exchanges of experiences with their co-workers and the general public.
URI: http://hdl.handle.net/10923/8796
Aparece en las colecciones:Dissertação e Tese

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción TamañoFormato 
000479976-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo999,62 kBAdobe PDFAbrir
Ver


Todos los ítems en el Repositorio de la PUCRS están protegidos por derechos de autor, con todos los derechos reservados, y están bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial 4.0 Internacional. Sepa más.