Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/8880
Tipo: masterThesis
Título: Transferência de estratégias de hedging: um estudo contrastivo entre o português brasileiro e o inglês
Autor(es): Schepers, Bruna Milano
Orientador: Molsing, Karina Veronica
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Letras
Data de Publicação: 2016
Palavras-chave: LINGUÍSTICA COMPARADA
LINGUÍSTICA INGLESA
LINGUÍSTICA PORTUGUESA
LINGUÍSTICA
Resumo: Este trabalho busca, sob uma perspectiva contrastiva, descrever o uso de estratégias de hedging em artigos de pesquisa escritos por brasileiros em português e em inglês e as possíveis transferências linguísticas provenientes de sua língua materna. Após um estudo teórico sobre a escrita acadêmica e uma breve explicação a respeito do gênero artigo, apresentamos as definições de hedges, assim como seus usos e funções no texto acadêmico tanto por falantes nativos quanto por falantes não nativos. Em um segundo momento, descrevemos a metodologia baseada nos princípios da Linguística de Corpus. Para tal, selecionamos um corpus de 30 artigos de pesquisa: 10 artigos escritos em português brasileiro, 10 artigos escritos em inglês por falantes nativos de português e 10 artigos escritos em inglês por falantes nativos norte-americanos. A análise e discussão dos dados foram feitas com base nas taxonomias de Hyland (1998, 2000). Os resultados mostraram algumas diferenças nos corpora escritos por brasileiros em relação ao corpus de inglês nativo, o que pode indicar possíveis transferências entre as línguas. O presente trabalho, portanto, contribui para a área de estudos do texto especializado, assim como para a área dos estudos contrastivos e do ensino de línguas para fins específicos.
This work aims at describing the use of hedging strategies in research articles written by Brazilians in Portuguese and in English, and the possible transfers from their mother tongue. After a theoretical study of the academic writing and a brief explanation about the gender research article, we present some definitions of hedges, as well as their uses and functions in academic text by native speakers or by non-native speakers. Secondly, we describe the methodology based on the principles of Corpus Linguistics. To this end, we selected a corpus of 30 research articles: 10 written in Brazilian Portuguese, 10 written in English by native speakers of Portuguese and 10 written in English by North American native speakers. The analysis and discussion of the data were based on the taxonomies proposed by Hyland (1998, 2000). The results showed some differences in the two corpora written by Brazilians in relation to the native English corpus, which may indicate possible transfers between languages. This work, therefore, contributes to the area of specialized text studies, as well as to the area of contrastive studies and the teaching of languages for specific purposes.
URI: http://hdl.handle.net/10923/8880
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000480132-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo1,19 MBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.