Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/9606
Tipo: masterThesis
Título: Análise da eficiência de uma estratégia de codificação associativa na evocação imediata e tardia da memória contextual em idosos
Autor(es): Beras, Letícia
Orientador: Bromberg, Elke
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Gerontologia Biomédica
Data de Publicação: 2016
Palavras-chave: COGNIÇÃO
MEMÓRIA
ENVELHECIMENTO
GERONTOLOGIA BIOMÉDICA
Resumo: Introdução: O aumento da expectativa de vida não vem necessariamente acompanhado de qualidade de vida. Dentre os principais problemas que impactam a qualidade de vida dos idosos estão as disfunções cognitivas. A literatura evidencia que o envelhecimento está relacionado: (1) as alterações estruturais, bioquímicas e de expressão gênica no encéfalo, (2) ao declínio funcional do córtex pré-frontal (CPF), (3) a déficits de memória contextual, um componente extremamente importante da memória episódica. Objetivos: Analisar os efeitos de uma estratégia de codificação associativa sobre a memória contextual imediata e tardia de idosos saudáveis. Metodologia: Participaram do estudo 43 idosos (idade ≥ 60 anos). Todos os sujeitos foram submetidos a avaliação neuropsicológica das funções do lobo frontal, composta pelos testes de Trilhas A e B, Span de Dígitos direto e inverso, e Stroop I, II e III. Para análise da memória contextual espacial os voluntários foram aleatoriamente divididos em dois grupos: reconhecimento imediato (5 min) e reconhecimento tardio (90 min). Para avaliação da estratégia de codificação cada um destes grupos foi subdividido em outros dois: um que realizou a tarefa com uma estratégia de codificação associativa e outro que fez a tarefa sem estratégia de codificação associativa. Os resultados foram analisados com GLMs mistas e univariadas. P<0.05 foi considerado estatisticamente significativo. Resultados: Desempenho da memória contextual manteve-se estável durante 90 minutos, mesmo na ausência de uma estratégia de codificação associativa no reconhecimento imediato e tardio. A introdução da instrução de codificação associativa melhora o reconhecimento da memória contextual imediata e tardia na mesma medida.Conclusão: Este estudo sugere que o aumento da memória contextual por instruções de codificação associativas incidentais é estável durante pelo menos 90 min , reforçando a noção de que déficits de memória contextual dos adultos mais velhos são reversíveis e potencialmente passíveis de treinamento cognitivo.
Introduction: Increased life expectancy is not necessarily accompanied by quality of life. Among the main problems that affect this quality of life are cognitive dysfunction. The literature shows that aging is related to: (1) structural, biochemical and gene expression changes in the brain, (2) functional decline of the prefrontal cortex (PFC), (3) contextual memory deficits. Objectives: To analyze the effects of an associative encoding strategy on immediate and delayed contextual memory in the healthy elderly,. Methodology: The study included 43 elderly patients (≥ 60 years). All subjects underwent neuropsychological assessment including Trail test A and B, Forward and Backwards digit span, and Stroop word, color and word/color. To analyze the spatial contextual memory volunteers were randomly divided into two groups: immediate (5min) and delayed recall (90min). Participants of each group were assigned to one of two encoding conditions: whit or without an incidental associative instruction to encourage the association of the item to its spatial context. Data were analyzed with mixed and univariate GLMs. P<0.05 was considered statistically significant. Results: Performance on contextual memory was near chance in the immediate and delayed recognition without associative encoding condition. Introduction of the associative encoding instruction improved contextual memory in the immediate and delayed recognition to the same extent.Conclusion: This study suggests that the increase in contextual memory by incidental associative encoding instructions is stable for at least 90 min, reinforcing the notion that contextual memory deficits of older adults are reversible and potentially amenable to cognitive training.
URI: http://hdl.handle.net/10923/9606
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000482295-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo610,07 kBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.