Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/9705
Tipo: masterThesis
Título: Recursos do MOODLE como apoio à prática pedagógica: investigando o fazer docente
Autor(es): Azeredo, Isabel Cristina da Silva
Orientador: Giraffa, Lucia Maria Martins
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Educação
Data de Publicação: 2016
Palavras-chave: MÉTODOS E TÉCNICAS DE ENSINO
EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA
PEDAGOGIA
EDUCAÇÃO
Resumo: Esta pesquisa buscou investigar o fazer docente, mais especificamente, as práticas pedagógicas organizadas por professores usuários do Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) - MOODLE. Foram considerados como sujeitos da pesquisa aqueles que são usuários frequentes da plataforma e que apresentavam diversidade nos recursos utilizados para organização das suas aulas. O referencial teórico foi estabelecido a partir do estado do conhecimento, no qual se destacam os autores Moran, Kenski, Nóvoa, Imbernón, Libâneo, Lévy, Gil, Carneiro e Turchielo. Como metodologia de pesquisa, optou-se pela abordagem de natureza qualitativa, do tipo estudo de caso, considerando uma Universidade Privada Comunitária, situada na cidade de Porto Alegre (RS). O método de análise de dados adotado foi o da Análise Textual Discursiva (ATD), proposta por Moraes e Galiazzi (2011). Os instrumentos de coleta de dados foram: relatório com estatísticas básicas relacionadas ao uso dos recursos do Moodle - fornecido pelo setor que administra a plataforma na instituição, questionário online usando o Forms do Google, entrevista semiestruturada gravada e textos oriundos da degravação das entrevistas. Na primeira fase da investigação, foram utilizados os relatórios de uso do Moodle para identificação dos possíveis respondentes do questionário, cuja seleção baseou-se no seguinte critério: docentes que apresentavam uso frequente do Moodle e alguma diversidade de recursos utilizados. Na segunda etapa, enviou-se o link do questionário aos professores selecionados, a fim de compreender como os professores organizavam suas aulas e como aconteceu sua formação no que tange ao uso de recursos tecnológicos. Na terceira fase, foram realizadas entrevistas semiestruturadas com professores cujas salas virtuais apresentavam movimentação frequente.Após o cruzamento das informações oriundas das três etapas, os principais achados apontam que: as práticas pedagógicas no Moodle estão relacionadas com a organização e o planejamento das aulas presenciais; existe comprometimento, por parte dos docentes, com sua formação continuada; as salas virtuais possuem similaridades na sua organização, decorrentes dos recursos utilizados serem os mesmos, no entanto, as estratégias didáticas no uso desses recursos se distinguem; as atividades do Moodle mais exploradas pelos professores são Tarefa, Fórum e Questionário; a falta de tempo e de conhecimento implicam no uso de poucos elementos do Moodle; os professores acreditam que o espaço virtual colabora para aprendizagem dos alunos e para o fazer docente; os professores sinalizam a necessidade de se pensar em formações específicas, por área, e reconhecem a importância de discutirem teorias pedagógicas e metodologias. Ficou evidente, também, que a fluência digital é um fator facilitador para que o docente crie/adapte e organize seu espaço no AVA. Ainda, faz-se importante ressaltar a necessidade da vinculação do que ocorre no virtual com as ações presenciais e vice-versa. Espera-se que esta pesquisa possa contribuir para as reflexões acerca das práticas pedagógicas no uso das Tecnologias Digitais – TD, especialmente no Moodle, e para organização de ações para formação continuada dos professores.
This research intended to investigate teachers’ actions, more specifically, the pedagogical practices implemented by teachers on the Virtual Learning Environment (AVA) - MOODLE. The subjects of this investigation are the teachers who used platform more frequently and proficiently for planning their lessons. Works by authors such as Moran, Kenski, Nóvoa, Imbernón, Libâneo, Levy, Gil, Carneiro and Turchielo have been used as theoretical framework. The research uses a qualitative approach, supported by a case study, taking place at a private university, in the city of Porto Alegre (RS). Textual Discursive Analysis was used as a method of analysis, as proposed by Moraes and Galiazzi (2011). The instruments used for data collection are: a report containing basic statistical information concerning the usage of Moodle’s resources – provided by the distance education unit; an online questionnaire using Google Forms; a recorded semi-structured interview and the transcribed interviews. The first phase of the investigation relied on Moodle’s reports in order to identify the possible interviewees, who were selected using the following criteria: teachers who used Moodle more frequently and proficiently. In the second phase, the selected teachers received the questionnaire link. It allowed us to understand how they planned their lessons and how they learned how to use technological resources. In the third phase, semi-structured interviews were conducted with teachers whose virtual rooms had frequent movement. After crossing the information from the three stages, the findings showed us that there is a connection with organization and planning with pedagogical practices adopted in Moodle; There is a commitment on the part of teachers with their continuing formation; the virtual rooms have similarities in their organization related to the resources used are the same, however, didactic strategies are distinguished;.The activities of Moodle most explored by the teachers are Task, Forum and Questionnaire; The lack of time and knowledge seems to be the cause of less variety of elements in the virtual space; The teachers believe that the virtual classes connect to face-to-face activities helps students to learn; Teachers want specific formations regarding pedagogical theories and methodologies. Also, it was clear that digital fluency is a facilitating factor for teachers to create/adapt and organize their space on AVA. Additionally, it is important to stress the need to connect virtual and on-site actions and vice-versa. We hope that this investigation can contribute to the reflections on pedagogical practices in the use of Digital Technologies – DT, especially on Moodle, and to the organization of actions for teachers’ long life training.
URI: http://hdl.handle.net/10923/9705
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000482643-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo1,28 MBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.