Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/1096
Tipo: masterThesis
Título: Resistência de união ao cisalhamento na colagem de bráquetes ortodônticos metálicos a dentes artificiais de acrílico
Autor(es): Cumerlato, Marina Lúcia
Orientador: Lima, Eduardo Martinelli Santayana de
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Odontologia
Data de Publicação: 2013
Palavras-chave: ODONTOLOGIA
ORTODONTIA
DENTES ARTIFICIAIS
COLAGENS ORTODÔNTICAS
Resumo: Introdução : O objetivo deste estudo foi, através de teste in vitro, avaliar os efeitos de diferentes tratamentos de superfície e do envelhecimento de dentes artificiais de acrílico na resistência de união ao cisalhamento de bráquetes ortodônticos metálicos colados a este tipo de superfície. Métodos : Cento e noventa e dois incisivos centrais superiores de acrílico (Dentsply) foram distribuídos aleatoriamente em dois grupos conforme o envelhecimento ou não dos mesmos. O envelhecimento ocorreu através da imersão em água destilada e incubação dos dentes em estufa de cultura a 37°C durante o período de 90 dias. Cada grupo foi subdividido aleatoriamente em quatro, conforme tratamento na superfície dos dentes: sem tratamento (controle), asperização com broca diamantada, perfurações com broca diamantada, e jateamento com óxido de alumínio 50μm. O procedimento da colagem dos bráquetes deu-se igualmente em todos os grupos com resina Transbond XT (3M Unitek, Monrovia, CA, EUA). Após uma semana de estocagem em água destilada a 37°C, os corpos de prova foram levados à máquina de ensaio universal (Emic DL 2000®) e submetidos à tensão de cisalhamento, no sentido ocluso-cervical, à velocidade de 0,05mm/min. Os tipos de fratura foram classificados de acordo com o Índice de Adesivo Remanescente (IAR). Os dados foram analisados pelos testes de ANOVA, Tukey e Kruskall-Wallis. Resultados : O tratamento mecânico influenciou no aumento da resistência de união, entretanto, somente o jateamento com óxido de alumínio e as perfurações com broca promoveram valores clinicamente aceitáveis de união (p<0,05). O envelhecimento dos dentes não alterou de forma significativa a resistência de união. Ocorreu uma predominância de falhas adesivas, ou seja, entre a superfície dentária e o adesivo. Conclusões : o tratamento de superfície em dentes de acrílico aumentou a resistência de união ao contrário do envelhecimento que não influenciou na colagem de bráquetes a estes dentes. Tratamentos superfícies como jateamento com óxido de alumínio e perfuração da superfície dentária promoveram resistência de união aceitável para a colagem ortodôntica.
Introduction : The aim of this study was to evaluate, in vitro, the effects of different surface treatments and aging on the shear bond strength of metal orthodontic brackets bonded to prefabricated resin denture teeth. Methods : One hundred and ninety two upper central incisors (Dentsply) were randomly divided into two groups according to whether or not the aging of the teeth. The aging occurred by immersion in distilled water and incubation teeth at 37°C during 90 days. Each group was randomly divided into four subgroups, according to the surface treatment rendered: no treatment (control), roughening with diamond bur, drilling with diamond bur and sandblasting with aluminum oxide 50μm. Brackets were bonded equally in all groups with Transbond XT (3M Unitek, Monrovia, CA, USA). After one week of storage in distilled water at 37°C, the specimens were taken to a universal testing machine (Emic DL 2000 ®) and subjected to shear load, in an occluso-gingival direction at a crosshead speed of 0.05 mm / min. The types of fractures were classified according to the Adhesive Remnant Index (ARI). Data were analyzed by ANOVA, Tukey and Kruskal-Wallis tests. Results : The surface treatment increased the bond strength, however, only sandblasting with aluminum oxide and drilling with drill promoted clinically acceptable values for orthodontic purposes (p<0,05). The aging of the teeth did not alter significantly the bond strength. There was a predominance of adhesive failures, i.e. between the tooth surface and the adhesive. Conclusions : bonding brackets to prefabricated resin denture teeth only resist to orthodontic and chewing forces if the surface of the teeth is sandblasted with aluminum oxide or drilled with a bur to create mechanical retention, independent of aging of the teeth.
URI: http://hdl.handle.net/10923/1096
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
448696.pdfTexto Completo2,23 MBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.