Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/2224
Tipo: masterThesis
Título: Tempo e montagem: do cinema ao imaginário e do imaginário ao cinema
Autor(es): Barbizan, Silvio Nestor
Orientador: Gutfreind, Cristiane Freitas
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social
Data de Publicação: 2010
Palavras-chave: COMUNICAÇÃO SOCIAL
CINEMA
COMUNICAÇÃO E IMAGINÁRIO
MONTAGEM CINEMATOGRÁFICA
TEMPO (CINEMA)
Resumo: Este trabalho tem como objetivo buscar a compreensão de como se dá a relação entre o tempo representado no cinema e o imaginário. As questões envolvendo o tempo são frequentes no cotidiano das pessoas e é o tempo também o objeto da manipulação da montagem cinematográfica. Levantando os recursos possíveis na montagem para a representação temporal, bem como os entendimentos possíveis do tempo, chega-se às ligações entre cinema, tempo e imaginário (Aumont, 1993, 1995, 2003, 2008; Bazin, 1991; Eisenstein, 2002). A metodologia está centrada na análise fílmica de Vanoye e Goliot-Lété aliada a conceitos de representação temporal propostos por Jacques Aumont. Os conceitos aqui tratados são ilustrados com sequências de filmes de referência tais como Um Cão Andaluz (Um Chien Andalou), Cidadão Kane (Citzen Kane) e Acossado (A Bout De Souffle). O entendimento final é de que existe uma interrelação entre o cinema e o imaginário nas questões temporais, e que essa construção mútua passa pela montagem.
This paper aims to achieve the knowledge of how the relation between the times represented in the cinema and the imaginary happens. The questions regarding time are frequent in our lives and time itself is object of cinematographic manipulation. According to the resources available in editing related to time representation, as well as the possible understandings of time we acknowledge the relation between cinema, time and imaginary (Aumont, 1993, 1995, 2003, 2008; Bazin, 1991; Eisenstein, 2002). This methodology is based upon the analysis of Vanoye and Goliot-Lété films and the concepts of temporal representations proposed by Jacques Aumont. The concepts approached are illustrated with sequences from reference films: An Andalusian Dog (Un Chien Andalou), Citizen Kane and Breathless (A Bout De Souffle). The final understanding is that there is an interrelationship between the cinema and the imaginary regarding time questions and this mutual understanding passes through editing.
URI: http://hdl.handle.net/10923/2224
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000422568-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo1,45 MBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.