Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://hdl.handle.net/10923/501
Tipo: masterThesis
Título: Efeito da vibração sônica em adesivo autocondicionante e adesivo de frasco único na resistência de união à dentina
Autor(es): Cavazzola, Fernanda de Cássia Mortari
Orientador: Mota, Eduardo Gonçalves
Editor: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Odontologia
Fecha de Publicación: 2008
Palabras clave: ODONTOLOGIA
ADESIVOS DENTÁRIOS
RESISTÊNCIA DOS MATERIAIS (ODONTOLOGIA)
MATERIAIS DENTÁRIOS
VIBRAÇÃO
Resumen: Objetivo: Verificar se a aplicação dos sistemas adesivos, por meio da vibração do aparelho sônico, aumenta a resistência de união do sistema adesivo à dentina. A hipóse nula é que a resistência de união nos sistemas adesivos Single Bond e Clearfil SE Bond é similar tanto nos grupos controle quanto nos grupos que receberem tratamento sônico. Materiais e Método: Doze terceiros molares extraídos hígidos foram incluídos em resina acrílica autopolimerizável com a parte coronária do dente voltada para a sua parte superior, onde foi realizada a remoção do esmalte com lixas de carbeto de silício de granulação #600, preparando uma superfície dentinária lisa. Os dentes foram divididos em 4 grupos, onde cada sistema adesivo utilizado foi aplicado de acordo com as instruções do fabricante (aplicação dinâmica manual) e com a vibração de aparelho sônico por um dispositivo adaptador para pincel microbrush. Após a técnica adesiva, foi aplicada resina composta microhíbrida com altura de 6mm. Após o corpo de prova foi incluído completamente pela resina acrílica autopolimerizável estabilizando o material restaurador e interface adesiva ao cilíndro para os cortes seriados. Após isso, estes cilindros foram armazenados em água destilada em uma estufa de cultura a 37°C por 24 horas. Passado este período, foram confeccionados os corpos de prova para o ensaio de resistência de união por microtração com cada cilindro. Os dados obtidos foram submetidos ao teste Kolmogorov-Smirnov para verificação de normalidade. A seguir, os dados foram comparados com o teste ANOVA e Tukey (alpha=0,05). A analise estatística da fractografia, foi submetida ao teste Exato de Fisher, com nível de significância de 5% (p<0,05). Resultados: A resistência de união com a aplicação ativada pela vibração sônica foi maior do que a aplicação dinâmica manual em ambos os sistemas adesivos, apresentando diferenças estatisticamente significativas nos diferentes grupos de um mesmo adesivo. Conclusão: A utilização da aplicação sônica é um método eficaz para a otimização da resistência de união em dentina.
URI: http://hdl.handle.net/10923/501
Aparece en las colecciones:Dissertação e Tese

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción TamañoFormato 
000410352-0.pdfTexto Completo1,53 MBAdobe PDFAbrir
Ver


Todos los ítems en el Repositorio de la PUCRS están protegidos por derechos de autor, con todos los derechos reservados, y están bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial 4.0 Internacional. Sepa más.