Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://hdl.handle.net/10923/8331
Tipo: masterThesis
Título: Práticas de binge-watching na era digital: novas experiências de consumo de seriados em maratonas no Netflix
Autor(es): Saccomori, Camila
Orientador: Pase, André Fagundes
Editor: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social
Fecha de Publicación: 2016
Palabras clave: SÉRIES DE TELEVISÃO - CRÍTICA E INTERPRETAÇÃO
CONSUMO - ASPECTOS SOCIAIS
INTERNET
COMUNICAÇÃO SOCIAL
Resumen: Este trabalho analisa as transformações observadas no comportamento do público que pratica o binge-watching de seriados a partir do uso do Netflix, empresa que oferece títulos por streaming. Para compreender isto, antes de realizar uma pesquisa com oito consumidores, foram resgatadas propriedades de tecnologias pregressas, as possibilidades de transmissão online e as propriedades do serviço desta empresa. Após o olhar sobre a técnica, a pesquisa discute como a passagem da recepção tradicional para o conteúdo digital reflete nas práticas sociais. Autores como Henry Jenkins (1992), Amanda Lotz (2007; 2014), Roberta Pearson (2009), Chuck Tyron (2009; 2013) e Lisa Perks (2014) são utilizados como referencial teórico. A observação do público foi realizada com o auxílio de uma combinação de ferramentas metodológicas, das quais destacamos as entrevistas com viés etnográfico e observação participante, para observar os comportamentos de um grupo de participantes identificado com o objeto de estudo. Por fim, é possível constatar que a prática do binge-watching nestas novas plataformas resulta no consumo maior e mais intenso dos conteúdos, caracterizado pela imersão no universo ficcional, com impactos nos comportamentos individuais e nos hábitos de consumo, gerando uma interação social assíncrona.
This dissertation aims the analysis of the changes observed in people‘s behavior practice known as binge-watching TV shows at Netflix, company that offers titles for streaming. To understand this, before conducting a survey with eight consumers, property stunted technologies were discussed, as well as online recovering possibilities and the properties of the service itself of the company. After researching on the technical, this research discusses how the shift from traditional reception for digital content reflected in social practices. Authors such as Henry Jenkins (1992), Amanda Lotz (2007; 2014), Roberta Pearson (2009), Chuck Tryon (2009; 2013) and Lisa Perks (2014) are the basis of the theoretical framework. The observation of the public was performed with a combination of methodological tools, of which we highlight the interviews with ethnographic bias and participant observation, to observe the behavior of a group of people identified with the object of study. Finally, we argue that the practice of binge-watching in these new platforms results in greater and more intensive use of the contents, characterized by immersion in the fictional universe, with impacts on individual behavior and consumption habits, generating an asynchronous social interaction.
URI: http://hdl.handle.net/10923/8331
Aparece en las colecciones:Dissertação e Tese

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción TamañoFormato 
000478841-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo2,65 MBAdobe PDFAbrir
Ver


Todos los ítems en el Repositorio de la PUCRS están protegidos por derechos de autor, con todos los derechos reservados, y están bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial 4.0 Internacional. Sepa más.