Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/9596
Tipo: doctoralThesis
Título: Histórias contadas e vividas: memórias da Escola Normal Rural Murilo Braga de Itabaiana/Sergipe (1950/1972)
Autor(es): Costa, Silvânia Santana
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Educação
Data de Publicação: 2016
Palavras-chave: PROFESSORES - FORMAÇÃO PROFISSIONAL
EDUCAÇÃO RURAL
EDUCAÇÃO - BRASIL
Resumo: O objeto desse estudo é a história da Escola Normal Rural Murilo Braga, situada no município de Itabaiana, Estado de Sergipe/Brasil. Ela foi criada em 1949, dentro do projeto do governo federal que visava a expansão das escolas primárias e das normais rurais, estas com o intuito de formar professores para atuar nas zonas rurais. Somente seria possível promover o progresso e o desenvolvimento do país se as áreas mais distantes recebessem educação para a vida, uma escola que promovesse o sentimento de pertencimento, de nacionalidade, por meio do ensino agrícola, dos valores pátrios e higiênicos. Essa missão civilizatória através da educação tinha um agente responsável, o professor, para isso, deveria ser aperfeiçoado na escola normal rural direcionada para formação para o âmbito rural. O governador de Sergipe, tendo à frente do Departamento de Educação, Acrísio Cruz iniciou as atividades de expansão com a construção da Escola normal rural de Itabaiana e de escolas primárias em todos os municípios do estado. A estrutura física do prédio escolar da Escola Normal Rural Murilo Braga seguiu o modelo arquitetônico do INEP, padrão utilizado na construção das escolas normais rurais difundidas para todo o país. O projeto dirigido por Acrísio Cruz foi bastante elogiado e considerado como piloto por Robert King Hall. Em 1950, a escola iniciou a primeira turma do curso ginasial e em 1969 passou a denominar-se Colégio Estadual Murilo Braga devido a criação do curso científico. O marco temporal selecionado para esse estudo corresponde ao período de 1954 a 1972, neste, o ensino foi regulado até 1960 pela Lei Orgânica do Ensino Normal, Decreto Lei Nº 8530 de 1946 e a partir de 1961 pela Lei de Diretrizes e Base da Educação (Nº 4024)...O recorte temporal escolhido correspondeu a oferta da primeira turma do curso normal em 1954 e da conclusão da última turma sob a vigência da LDB de 1961. As turmas posteriores a 1971 foram regulamentadas pela LDB Nº 5692/71. O objetivo desse estudo é analisar o processo de formação de professores do Murilo Braga. Dentro dos propósitos do governo federal, a Escola Normal Rural Murilo Braga foi criada para formar professores rurais, entretanto, inexistiu a adequação na organização do ensino normal e primário de Sergipe, a fim de atender aos objetivos da implantação, nem atraiu um quantitativo de pessoas para atender a demanda de professores das escolas primárias rurais. As normalistas compuseram o quadro docente do Murilo Braga e das escolas primárias da cidade. A narrativa se insere nos estudos de história da educação, na perspectiva da História Cultural, e oral, por possibilitar estudar os diversos contextos nos quais os sujeitos históricos estão inseridos. Os principais conceitos utilizados foram os de Civilização (ELIAS, 1993); Habitus (BOURDIEU, 1990); Representação (CHARTIER, 2009). O estudo contribui à historiografia da Educação sergipana, por discutir a história da formação de professores primários de uma instituição de ensino do interior, pouco explorada pelos pesquisadores da educação sergipana. Uma escola que após 1970 foi considerada referência para a educação no Estado.
The object of this study is the history of Murilo Braga Rural Normal School, located in the city of Itabaiana, State of Sergipe / Brazil. It was created in 1949 within the federal government project which aimed at the expansion of primary schools and rural normal schools, these in order to train teachers to work in rural areas. It would only be possible to promote the progress and development of the country if the most remote areas received education for life, a school that promoted the feeling of belonging and nationality, through agricultural, patriotic and hygienic values education. This mission of civilization through education had a responsible agent, the teacher, for that, it should be improved in rural normal school directed to training for rural areas. The governor of Sergipe, being ahead of the Department of Education, Acrísio Cruz began the expanding activities with the construction of Rural Normal School of Itabaiana and primary schools in all municipalities in the state. The physical structure of the school building of Murilo Braga Rural Normal School followed the architectural model of INEP, standard used in the construction of rural normal schools spread throughout the country. The project directed by Acrísio Cruz was widely praised and considered as pilot by Robert King Hall. In 1950, the school began the first class of junior high school and in 1969 it started to denominate Murilo Braga State School due to the creation of scientific course. The selected time frame for this study corresponds to the period from 1954 to 1972, in this, the teaching was regulated until 1960 by the Organic Law of the Normal Education, Decree Law No. 8530 of 1946 and from 1961 by Guidelines Law and Education Base (LDB No. 4024)...The chosen time frame corresponded to the offer of the first group of normal course in 1954 and the completion of the last group in the life of the LDB of 1961. The classes after 1971 were regulated by the LDB No. 5692/71. The aim of this study is to analyze the process of teacher training of Murilo Braga. Within the purposes of the federal government, Murilo Braga Rural Normal School was created to train rural teachers, however, there wasn't the adequacy in the organization of normal and primary education of Sergipe, in order to meet the objectives of the implementation, and neither attracted a number of people to meet the demand for teachers in rural primary schools. The student teachers composed the teaching staff of Murilo Braga and primary schools in the city. The narrative is included in studies of the History of Education in the perspective of Cultural History, and oral, by allowing to study the various contexts in which historical subjects are inserted. The main concepts used were those of Civilization (ELIAS, 1993); Habitus (BOURDIEU, 1990); Representation (CHARTIER, 2009). The study contributes to the historiography of Sergipe Education, by discussing the history of primary teachers training from an inner educational institution, little explored by researchers of Sergipe education. A school that after 1970 was considered the reference to education in the state.
URI: http://hdl.handle.net/10923/9596
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000482240-Texto+Completo.pdfTexto Completo5,89 MBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.