Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10923/1342
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorBogo, Maurício Reisen_US
dc.contributor.authorForno, Gonzalo Ogliari Dalen_US
dc.date.accessioned2013-08-07T18:41:43Z-
dc.date.available2013-08-07T18:41:43Z-
dc.date.issued2011pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10923/1342-
dc.description.abstractNanocomposites derived from carbon atoms have been the focus of interest in various industrial fields such as electronic engineering, pharmaceuticals, medical devices, cosmetics, food packaging and other, since its discovery in 1985. Fullerene C60 is a nanocomposite with 60 carbon atoms, which has been the subject of numerous studies for its ability to store atoms in the interior and accept various structural modifications. The importance of understanding all the possible effects of exposure to fullerenes is very great, since its production and its use is growing every day increasing environmental exposure to this compound. The cholinergic system has as its main neurotransmitter acetylcholine (ACh). The acetylcholinesterase (AChE, EC3. 1. 1. 7) is an important regulatory enzyme that controls the transmission of nerve impulses across cholinergic synapses by hydrolysis of the ACh. AChE levels are controlled by the interaction of ACh with its receptors, and when the interaction is enhanced, the levels of AChE are increased. Therefore, AChE can be used as a marker of cholinergic function. In this study our goal was to determine whether intraperitoneal injections of fullerene C60 at the doses of 7. 5, 15 and 30 mg/kg and the time of 6h, 12h and 24h of exposure would cause a change in the modulation of the cholinergic system. We observed that the dose of 30 mg/kg in the exposure time of 24 hours showed a 84% increase in enzyme activity compared with the vehicle control group. These results suggest a possible neurotoxic effect. Further studies should be conducted to extend these findings.en_US
dc.description.abstractNanocompostos derivados de átomos de carbono têm sido foco de interesse para aplicações em vários campos industriais, tais como engenharia eletrônica, produtos farmacêuticos, dispositivos médicos, cosméticos, embalagens de alimentos, entre outros, desde seu descobrimento em 1985. O fulereno C60 é um nanocomposto com 60 átomos de carbono que tem sido alvo de inúmeros estudos por suas propriedades como a capacidade de armazenar átomos em seu interior e aceitar diversas modificações estruturais. A importância de entendermos todos os possíveis efeitos de uma exposição aos fulerenos é muito grande, já que a sua produção e sua utilização estão crescendo a cada dia aumentando a exposição do meio ambiente a este composto. O sistema colinérgico tem como principal neurotransmissor a acetilcolina (ACh). A acetilcolinesterase (AChE, E. C. 3. 1. 1. 7) é uma importante enzima regulatória que controla a transmissão de impulsos nervosos através da sinapse colinérgica pela hidrólise da ACh. Os níveis de AChE são controlados pela interação da ACh com seus receptores, sendo que quando a interação é acentuada, aumentam os níveis de AChE Portanto, a AChE pode ser usada como um marcador da função colinérgica. Neste estudo nosso objetivo foi verificar se injeções intraperitoneais de fulereno C60 nas doses de 7,5; 15 e 30 mg/kg e nos tempos de 6h, 12h e 24h de exposição causaria alguma alteração na modulação do sistema colinérgico. Observamos que a dose de 30 mg/kg, no tempo de exposição de 24h, apresentou um aumento de 84% na atividade enzimática quando comparado com o grupo controle-veículo. Estes resultados sugerem um possível efeito neurotóxico, embora estudos adicionais devam ser realizados para estender estes achados.pt_BR
dc.language.isoPortuguêspt_BR
dc.publisherPontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sulpt_BR
dc.subjectBIOLOGIA MOLECULARpt_BR
dc.subjectBIOQUÍMICApt_BR
dc.subjectNEUROBIOLOGIApt_BR
dc.subjectNEUROTRANSMISSORESpt_BR
dc.subjectTOXICOLOGIApt_BR
dc.subjectPEIXES - PESQUISASpt_BR
dc.titleModulação da neurotransmissão colinérgica como resposta aos efeitos causados pela exposição ao nanocomposto de carbono fulereno c60 utilizando zebrafish (danio rerio) como modelo de estudopt_BR
dc.typemasterThesispt_BR
dc.degree.grantorPontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sulpt_BR
dc.degree.departmentFaculdade de Biociênciaspt_BR
dc.degree.programPrograma de Pós-Graduação em Biologia Celular e Molecularpt_BR
dc.degree.levelMestradopt_BR
dc.degree.date2011pt_BR
dc.publisher.placePorto Alegrept_BR
Appears in Collections:Dissertação e Tese

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
000435930-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo906,63 kBAdobe PDFOpen
View


All Items in PUCRS Repository are protected by copyright, with all rights reserved, and are licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License. Read more.