Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10923/7694
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorSilva Filho, Irênio Gomes da
dc.contributor.authorBeckert, Michele
dc.date.accessioned2015-11-25T01:06:31Z-
dc.date.available2015-11-25T01:06:31Z-
dc.date.issued2015pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10923/7694-
dc.description.abstractDepression, along with cognitive disorders, has been a concern among mental health services due to the high injury rate in functionality and quality of life of this population. However, still remains open understanding of cognitive changes due to depression and difficult differential diagnosis with mild cognitive impairment (MCI). It is known that the performance on cognitive tests are strongly influenced by education, however, few studies have been conducted on very low education populations. Objective: To evaluate the performance Addenbrooke's Cognitive Examination-Revised (ACE-R) and his cognitive domains in low schooling elderly, without dementia, and compare those with a diagnosis of Major Current Depression Episode (MCDE) with those without depression. Method: analytical, retrospective cross-sectional study using the medical records of patients treated at the Brain Aging Clinic (BAC) of the Hospital São Lucas. It included 116 individuals with low education (<8 years of study) and aged between 60 and 84 years (69. 6 ± 6. 7) with MCDE (N = 41) and controls (N = 75). Results: When comparing the means of ACE-R, MMSE and from the five cognitive domains, between the control group and the group with MCDE, there was no significant difference. There was no difference between groups when analyzed separately the results of the clock drawing test, the categorical and phonological verbal fluency and naming test. Discussion: Unlike what happens with the more educated elderly, depressive symptoms do not change the values of the tests performed on ACE-R of older people with low education.en_US
dc.description.abstractDepressão, juntamente com os transtornos cognitivos, tem sido uma preocupação entre os serviços de saúde mental, devido ao alto índice de prejuízo na funcionalidade e qualidade de vida desta população. Contudo, ainda permanece em aberto a compreensão das alterações cognitivas decorrentes da depressão e de difícil diagnóstico diferencial com o comprometimento cognitivo leve (CCL). Sabe-se que o desempenho nos testes cognitivos são fortemente influenciados pela escolaridade, no entanto, poucos estudos tem sido realizados em populações de muito baixa escolaridade. O presente trabalho teve como objetivo avaliar o desempenho no Addenbrooke’s Cognitive Examination-Revised (ACE-R) e seus domínios cognitivos em idosos de baixa escolaridade, sem demência, e comparar aqueles que possuem diagnóstico de Episódio de Depressão Maior Atual (EDMA), com os que não apresentam tal diagnóstico.Método: Estudo transversal analítico, retrospectivo, através dos prontuários dos pacientes atendidos no Ambulatório de Envelhecimento Cerebral (AMBEC) do Hospital São Lucas da PUCRS. Foram incluídos 116 idosos com baixa escolaridade (< 8 anos de estudo) e idade entre 60 e 84 anos (69,6±6,7), 41 com EDMA e 75 controles. Na comparação das médias do ACE-R e dos cinco domínios cognitivos e do MEEM, entre o grupo controle e o grupo com EDMA, não foi observada diferença significativa. Também não houve diferença entre os grupos quando analisado separadamente os resultados do teste do relógio, da fluência verbal categórica e fonológica e do teste de nomeação. Diferente do que acontece com os idosos mais escolarizados, os sintomas depressivos não modificam os valores dos testes realizados no ACE-R de idosos com baixa escolaridade.pt_BR
dc.language.isoPortuguêspt_BR
dc.publisherPontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sulpt_BR
dc.rightsopenAccessen_US
dc.subjectMEDICINApt_BR
dc.subjectGERIATRIApt_BR
dc.subjectGERONTOLOGIApt_BR
dc.subjectGERONTOLOGIA BIOMÉDICApt_BR
dc.subjectIDOSOSpt_BR
dc.subjectENVELHECIMENTOpt_BR
dc.subjectCOGNIÇÃOpt_BR
dc.subjectDEPRESSÃOpt_BR
dc.subjectESCOLARIDADEpt_BR
dc.titlePerfil neuropsicológico de idosos com e sem depressão maiorpt_BR
dc.typemasterThesispt_BR
dc.degree.grantorPontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sulpt_BR
dc.degree.departmentInst. de Geriatria e Gerontologiapt_BR
dc.degree.programPrograma de Pós-Graduação em Gerontologia Biomédicapt_BR
dc.degree.levelMestradopt_BR
dc.degree.date2015pt_BR
dc.publisher.placePorto Alegrept_BR
Appears in Collections:Dissertação e Tese

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
000476412-Texto+Parcial-0.pdfTexto Parcial1,3 MBAdobe PDFOpen
View


All Items in PUCRS Repository are protected by copyright, with all rights reserved, and are licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License. Read more.