Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10923/10078
Type: doctoralThesis
Title: Vidas de mulheres: estudo sobre diferentes gerações de mulheres judias brasileiras e australianas
Author(s): Mühlen, Bruna Krimberg von
Advisor: Strey, Marlene Neves
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Graduate Program: Programa de Pós-Graduação em Psicologia
Issue Date: 2017
Keywords: MULHERES
FEMINISMO
JUDEUS
PSICOLOGIA SOCIAL
Abstract: A presente tese apresenta estudos que visam dar visibilidade às mulheres judias, bem como desconstruir alguns estereótipos como colocar a mulher judia sempre ligada à maternidade (yddish mama); e por fim a médio e longo prazo poder romper os ciclos de perseguição que a população judaica sempre enfrentou. O objetivo foi compreender a identidade judaica de mulheres ao longo de três gerações, a partir das histórias de vidas das participantes, observando fatores, dentro do ciclo vital, que tornam as mulheres cativas de normas e papéis; em três famílias inseridas na cultura brasileira e outras três inseridas na australiana. Na composição da tese, foram realizados quatro estudos. O primeiro estudo foi um ensaio temático que teve como objetivo apresentar argumentos contra e a favor das mulheres judias que buscam os mesmos direitos que os homens judeus. O segundo estudo foi uma revisão sistemática da literatura sobre mulheres judias, gênero e feminismo, que apresentou estudos encontrados em pesquisa realizada nas bases de dados da biblioteca da Universidade de Sydney. O terceiro estudo foi empírico, qualitativo, trabalhando com interpretações das realidades sociais, valorizando o significado dos fenômenos pelas mulheres e a importância do contexto social e histórico em que foram construídos. Neste terceiro momento foram realizadas entrevistas narrativas de histórias de vida, individuais, com nove mulheres judias no sul do Brasil. Este objetivo foi para investigar e compreender as construções dos discursos das mesmas sob a luz da teoria do espaço consciente, bem como teorias de gênero, feministas e sistêmicas, de família; utilizamos a análise de Discurso proposta que trabalha com o sentido do discurso manifesto e busca os efeitos de sentido.Para finalizar, o quarto estudo foi realizado no período de doutorado sanduíche, em Sydney, que consistiu em replicar o método do terceiro estudo com mais nove mulheres de uma cultura diferente, australiana, num país de tamanho territorial similar ao Brasil, e que em número de população judaica apresenta quantidade similar. Foi possível identificar, a partir das entrevistas analisadas que as mulheres de terceira geração já usufruem de maiores direitos por serem mulheres, que as suas avós, que enfrentaram mais barreiras em termos de trabalho e mesmo vida pessoal. E as mulheres de segunda geração representam a transição de mudanças conquistadas em termos de espeço público e privado, com liberdade de escolhas, mesmo que seja, manter as antigas tradições, tanto no Brasil quanto na Austrália. A importância deste trabalho foi dar espaço às mulheres judias, marginalizadas em termos de antissemitismo e mesmo dentro da própria religião e cultura, em que há influência do patriarcado no judaísmo, onde os judeus ainda detém maior poder e subjugam as judias em correntes mais ortodoxas; enquanto as mulheres judias mais liberais exercem direitos mais equitativos de cidadania, e tem a liberdade de seguir seus desejos com menos restrições e barreiras.
This thesis presents studies that aim to give visibility to Jewish women, as well as deconstruct stereotypes such as associating these women to motherhood (Yiddish Mamma); also break the cycle of persecution that Jewish community has encountered over time. The aim was to understand the identity of Jewish women over three generations, using life history narratives of the participants to observe factors, within their lives cycle, which made these women captive of norms and roles; in three families inserted in the Brazilian culture and three other inserted in the Australian culture. This thesis is composed by four studies. The first one was an essay that aimed to present arguments against and in favor of Jewish women fighting for the same rights as Jewish men. The second study was a systematic review of the literature about Jewish women, gender and feminism, and presented studies found in a research made in the Sydney University’s library database. The third one was qualitative empiric study which worked with the interpretations of the women’s social reality, highlighting the meaning or the phenomenon experienced by them and the importance of social and historic contexts; individual interviews where women told narratives of their life’s sorties were made with nine Jewish women in the south of Brazil, aiming to investigate and understand the construction of their speeches in light of the theory of the conscious space, as well as gender, feminist and systemic theories; the discourse analysis was used searching for the meaning of the speeches. The fourth study was made while I was made during my exchange semester, in Australia.It is a reproduction of the third study, but with nine women from a different culture, Australian, in a country with a similar territorial size and Jewish population (in numbers) as Brazil. Results: It was identified, through the analysis of interviews, that the third generation women benefit from more rights than their grandmas, who encountered more barriers in terms or work and personal life, while second generation women represent a transition of changes acquired in terms of public and private space, having more freedom to make choices, even if that is to maintain old traditions, in both Brazil and Australia. The importance of this research was to give space to Jewish women, who are kept in disadvantage not only because of anti-Semitism, but also within their own religion and culture, due to the influence for the patriarchy in Judaism, where, in orthodox community, Jewish men still hold more power and subjugate the women; while more liberal Jewish females exercise citizenship with more equality and have the freedom to follow their wished with less restrictions and barriers.
URI: http://hdl.handle.net/10923/10078
Appears in Collections:Dissertação e Tese

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
000483222-Texto+Parcial-0.pdfTexto Parcial502,71 kBAdobe PDFOpen
View


All Items in PUCRS Repository are protected by copyright, with all rights reserved, and are licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License. Read more.