Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://hdl.handle.net/10923/10371
Tipo: masterThesis
Título: Educador social: a contribuição das trajetórias de aprendizagem e do vínculo com o aprender para a constituição do ensinante e para a atuação junto a jovens em situação de vulnerabilidade social
Autor(es): Lemos, Marlise Silva
Orientador: Santos, Andréia Mendes dos
Editor: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Educação
Fecha de Publicación: 2017
Palabras clave: EDUCADORES
VULNERABILIDADE SOCIAL
EDUCAÇÃO INFORMAL
EDUCAÇÃO
Resumen: Esta dissertação tem como premissa desvelar as contribuições das trajetórias de aprendizagem e do vínculo com o aprender construídos por educadores sociais, bem como, as possíveis aproximações destas aprendizagens às suas constituições como “ensinantes” e às suas práticas profissionais. As entrevistas foram desenvolvidas junto aos Educadores Sociais que atuam com jovens em instituições localizadas na região leste da cidade de Porto Alegre, na comunidade Lomba do Pinheiro. Contempla, assim, um cenário que dá visibilidade ao Educador Social, como agente promotor de inclusão social e de aprendizagens no contexto da educação não formal. Apresenta os seguintes objetivos: a) desvelar a influência das trajetórias de aprendizagem e do vínculo com o aprender dos educadores sociais para a constituição do ser “ensinante”, na atuação junto a jovens em situação de vulnerabilidade social; b) analisar de que forma as vivências do Educador Social como aprendente e os vínculos estabelecidos com o aprender contribuem para a formação do “ensinante”; c) compreender como o educador percebe a aprendizagem dos jovens com os quais trabalha e relacionar essa percepção com a sua prática profissional de “ser educador”; e, por fim, d) investigar possíveis relações entre as histórias de aprendizagem e a escolha profissional. Além disso, foram realizadas entrevistas com educadores sociais vinculados a organizações não governamentais cadastradas junto ao Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) com atendimento direto a jovens em situação de vulnerabilidade social. Deste modo, adotou-se a entrevista semiestruturada como técnica de coleta de dados que foram analisados a partir dos pressupostos da análise de conteúdo. Trata-se de uma pesquisa, de cunho qualitativo, desenvolvida num bairro do município de Porto Alegre.As análises compõem uma discussão acerca dos fatores que influenciam a constituição ensinante dos Educadores Sociais, propondo uma interlocução entre estes aspectos e atuação deste profissional junto a jovens em situação de vulnerabilidade social. É possível inferir que a análise de informações, denota que as experiências de aprendizagem que os sujeitos tiveram ao longo de suas vidas estão intimamente relacionados à sua constituição ensinante e à sua atuação profissional.
URI: http://hdl.handle.net/10923/10371
Aparece en las colecciones:Dissertação e Tese

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción TamañoFormato 
000484055-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo739,13 kBAdobe PDFAbrir
Ver


Todos los ítems en el Repositorio de la PUCRS están protegidos por derechos de autor, con todos los derechos reservados, y están bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial 4.0 Internacional. Sepa más.