Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://hdl.handle.net/10923/1331
Tipo: masterThesis
Título: Vias efetoras pelas quais a Hsp70 de Mycobacterium tuberculosis inibe a rejeição aguda em um modelo de aloenxerto cutâneo
Autor(es): Borges, Thiago de Jesus
Orientador: Bonorino, Cristina Beatriz C.
Editor: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Biologia Celular e Molecular
Fecha de Publicación: 2012
Palabras clave: BIOLOGIA CELULAR
TRANSPLANTE DE ÓRGÃOS
ENXERTO DE TECIDOS
IMUNOSSUPRESSÃO
CÉLULAS DENDRÍTICAS
PROTEÍNAS DO CHOQUE TÉRMICO
Resumen: O transplante de órgãos sólidos emergiu como uma terapia viável para o tratamento de uma variedade de patologias. A rejeição dos enxertos é resultado de uma série complexa e coordenada de interações envolvendo o sistema imune inato e adaptativo. Com isso, o maior desafio no transplante de órgãos sólidos é induzir um estado irresponsivo e específico ao doador em um sistema imune maduro sem que haja uma imunossupressão sistêmica e de longo prazo, tudo isso livre de rejeição crônica. As limitações no estabelecimento de estratégias imunossupressoras nos levaram a buscar novos métodos para a modulação dos mecanismos homeostáticos que previnem e limitam as respostas inflamatórias nos tecidos enxertados. A proteína de choque térmico (Heat shock protein – Hsp) 70 tem um papel antiinflamatório e protetor em modelos animais experimentais como artrite, colite, fibrose pulmonar e danos cerebrais. Essa protéina pode modular tanto o sistema imune inato quanto o adaptativo. Nosso grupo demonstrou que a Hsp70 de Mycobacterium tuberculosis (Mt Hsp70) pode inibir a maturação de células dendríticas diferenciadas da medula óssea (bone marrow dendritic cells – BMDCs), porém o mecanismo envolvido nesse processo ainda não foi totalmente esclarecido. Nesse trabalho, demonstramos que a Mt Hsp70 foi capaz de aumentar a sobrevida do enxerto em dois modelos murinos de transplantes (um modelo tumoral e um modelo de aloenxerto cutâneo).Em ambos os modelos, observamos o envolvimento de Tregs. Demonstramos que a administração s. c. da Mt Hsp70 levou a um aumento dessas células nos linfonodos drenantes, além de um aumento na produção de IL-10. Também observamos que a inibição da rejeição aguda induzida pela Mt Hsp70 no modelo de aloenxerto cutâneo é dependente da presença do receptor do tipo toll (toll like receptor – TLR) 2 no enxerto, e não no receptor. Nas BMDCs, vimos que a indução da IL-10 induzida pela Mt Hsp70 é dependente de TLR2. Ainda nessas células, analisamos a fosforilação de moléculas como a ERK, p38 e Akt após o estímulo com a Mt Hsp70. Observamos um aumento na expressão de p-ERK e nenhuma alteração nos níveis de p-p38 e p-Akt. A inibição da ERK aboliu a produção de IL-10 induzida pela Mt Hsp70. Propomos que esse efeito da Mt Hsp70 sobre as DCs pode servir como intervenção terapêutica em modelos de transplantes.
Transplantation of solid organs has emerged as a viable therapeutic modality for the treatment of a variety of disorders. Rejection of solid organ allografts is the result of a complex range of interactions involving coordination between both the innate and adaptive immune system. Therewith, a major goal of clinical organ transplantation is to induce a donor-specific unresponsive state in a mature immune system that is free from long-term immunosuppression and chronic rejection. The limitations in the establishment of immunossupressive stratagies led us to search new methods to the modulation of the homeostatic mechanisms that limit and prevent inflammatory responses in allograft tissue. The heat shock protein 70 (Hsp70) has a protective and antiinflamatory role in several animals models like arthritis, colitis, pulmonary fibrosis and brain injury. This protein can modulates both the innate and adaptative immune system. Our group demonstrated that Mycobacterium tuberculosis Hsp70 (Mt Hsp70) can inhibit bone marrow dendritic cells (BMDCs) maturation; however the mechanisms involved in this process has not been completely elucidated. In the present work, we demonstrated that Mt Hsp70 inhibited the acute rejection in two allograft models (a tumor model and a skin allograft model).In both models, we observed an involvement of Tregs. In addition, s. c. Mt Hsp70 injection leds to an increase in Treg population and IL-10 production in the draining lymph node. We also observed that the inhibition of acute rejection induced by Mt Hsp70 was dependent on the presence of toll-like receptor (TLR) 2 in the allograft, and not in the host. In BMDCs, we demonstrated that IL-10 production induced by Mt Hsp70 is dependent on TLR2. Also, we analyzed the phosphorylation of ERK, p38 and Akt after Mt Hsp70 stimulus. We observed an increase in p-ERK expression, but no difference in p-38 and p-Akt levels. The inhibition of ERK abolished the IL-10 production induced by Mt Hsp70. We propose that Mt Hsp70 effect on DCs can be used as a therapeutic approach in transplantation models.
URI: http://hdl.handle.net/10923/1331
Aparece en las colecciones:Dissertação e Tese

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción TamañoFormato 
000438527-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo10,41 MBAdobe PDFAbrir
Ver


Todos los ítems en el Repositorio de la PUCRS están protegidos por derechos de autor, con todos los derechos reservados, y están bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial 4.0 Internacional. Sepa más.