Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/2059
Tipo: doctoralThesis
Título: Comunicação, socialidade e educação on-line
Autor(es): Roesler, Jucimara
Orientador: Gerbase, Carlos
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social
Data de Publicação: 2008
Palavras-chave: EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA
SOCIALIZAÇÃO (EDUCAÇÃO)
CIBERCULTURA
COMUNICAÇÃO
CIBERESPAÇO
ENSINO SUPERIOR
Resumo: This doctoral dissertation in Social Communication contextually describes the main characteristics related to socio-educational practices which are engendered in the socalled Virtual Learning Communities – VLCs, the teaching and learning environment of those who have opted for on-line education. Teachers and students’ connectivity and mobility have to do with the use of social, technical and educational mechanisms in the VLC, defined in this investigation as utterance, didactical, communication and connectivity devices, which are structured based on pedagogical design and triggered by sociality and which make subjects’ actions possible in that they become the way to access information and educational services available virtually, shaping the social relations of a VLC and an on-line behavior based on tele-action and teleeducation. Student mobility through VLC devices can be represented by means of vectors which are simulacra of the socio-educational processes established by means of sociality since the vectors represent the grouping of devices triggered by the agents to support their actions regarding study activities, evaluations, technical and pedagogical support, information, interaction and the intercross of these various actions produces a systematic result in association with the intellectual and cognitive processes brought about by on-line education actions. Thus, the need for students to master such devices is emphasized so that they are fully able to deal with them as they are the mechanisms which promote navigability, intertextuality, connectivity and mobility in the classroom or in the other areas of the Virtual University. Socialities then start to be engendered from the establishment of pedagogical interactions and the virtual relationships because by means of the reciprocal exchange of messages a process of cybermutuality is established between the learning subjects and is directly constituted by spatial, temporal and geographical dimensions of the messages as well as by subjects moving between devices and thereby forming the basic structures which coordinate the actions and promote interconnectivity, cyberdialogues, movements and paths followed in the virtual community.
Esta Tese Doutoral em Comunicação Social descreve as principais características relacionadas às práticas socioeducativas que são engendradas nas Comunidades Virtuais de Aprendizagem – CVAs, lócus do ensino e da aprendizagem de sujeitos que realizam os seus estudos através da educação online. A conectividade e a mobilidade de alunos e professores estão associadas à utilização dos mecanismos sociais e técnico-educativos na CVA, definidos nesta investigação como dispositivos de enunciação, didático, de comunicação e de conectividade, os quais são estruturados a partir do desenho pedagógico e acionados pelas socializações, e que viabilizam as ações dos sujeitos, pois se constituem como as vias de acesso para as informações e os serviços educacionais disponibilizados virtualmente, configurando as relações sociais de uma CVA e um comportamento on-line pautado na tele-ação e na tele-educação. As mobilidades dos alunos pelos dispositivos podem ser representadas por meio de vetores que são simulacros dos processos socioeducativos instaurados na CVA, pois representam o agrupamento dos dispositivos acionados pelos agentes para prover as ações referentes às avaliações, ao suporte técnico e pedagógico, aos materiais didáticos, às informações, às interações, e o entrecruzamento destas ações está associado aos processos intelectuais, cognitivos e sociais decorrentes da educação on-line. Na educação on-line os alunos vivenciam um contexto cibercultural em que preponderam as relações sociais e comunicativas mediatizadas pelo universo institucional, porém quando estes alunos se matriculam na Universidade Virtual passam a compor um agrupamento de pessoas que se relacionam a partir de uma rede de contatos previamente disponibilizada pela instituição, ou seja, a CVA como lócus em que se efetivam relações de sociabilidade também se constitui como lócus potencializador de socialidade, uma vez que as pessoas que dela participam, durante seu percurso universitário, constituem novos subgrupos para socializações em espaços virtuais paralelos, de acordo com as afinidades, com os interesses e com as identificações em projetos que tem como viés central viver outra experiência que não a educativa, superando neste ponto a relação formal e institucional.
URI: http://hdl.handle.net/10923/2059
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000406658-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo2,74 MBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.