Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/2064
Tipo: masterThesis
Título: As propriedades do jornalismo sensacionalista: uma análise da cobertura do caso Isabella Nardoni
Autor(es): Teixeira, Marieli Rangel
Orientador: Wainberg, Jacques Alkalai
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social
Data de Publicação: 2011
Palavras-chave: COMUNICAÇÃO SOCIAL
JORNALISMO - BRASIL
IMPRENSA - SENSACIONALISMO
COMUNICAÇÃO DE MASSA - BRASIL
JORNAIS - ASPECTOS SOCIAIS
Resumo: Este trabalho nasceu das investigações acerca do jornalismo sensacionalista no Brasil. Devido à ampla utilização de inúmeros termos para designar a existência do sensacionalismo nas notícias e uma imprecisão teórica sobre o assunto, verificamos a necessidade de buscar teorias concisas e claras para esta área dos estudos jornalísticos. Devido à lacuna existente a respeito do gênero sensacionalista, este estudo busca desvendar as propriedades – linguísticas ou não – necessárias para designar a ocorrência de sensacionalismo na atividade jornalística. Como estudo de caso, abordaremos a morte da menina Isabella Nardoni, ocorrida em março de 2008, em São Paulo, que recebeu uma cobertura jornalística espetacular, comoveu os brasileiros e tornou-se um marco para os estudos sobre os rumos do jornalismo no país. Os meios de comunicação – dos mais diferentes programas e linhas editoriais – “elegeram” este caso para dar uma cobertura extraordinária, trabalhando, muitas vezes, à frente da investigação policial. Mas por que a garotinha Isabella recebeu tamanha atenção da imprensa e da própria sociedade, que acompanhou tão de perto este crime? E por que o jornalismo é fundamental para não somente noticiar, mas para formar juízo de valor sobre os fatos?Nesta pesquisa, buscando responder tais questionamentos, iremos abordar a importância do jornalismo na sociedade, mostrando como ele é capaz de influenciar diretamente na opinião pública e incitar, muitas vezes, a violência nas pessoas. Fica evidente que a ampla exposição deste caso na mídia provocou o clamor popular e foi fator determinante para a condenação dos acusados, em júri popular realizado no mês de março de 2010.
This study has arisen from investigations on the sensationalist journalism in Brazil. Due to the widespread use of several terms to define the existence of sensationalism in the news and to theoretical imprecision in the subject, we have seen the need to seek concise and clear theories for this area of the journalistic studies. Because of the existent gap relating to this genre, this study tries to unravel the properties – linguistic ones or not – that are necessary to describe the occurrence of sensationalism in the journalistic activity. As a case study, we will address the death of the girl Isabella Nardoni, which happened in March 2008, in Sao Paulo, and that received spectacular media coverage, touched Brazilian’s lives and became a landmark for the studies regarding the course of journalism in the country. The media – including a variety of programmes and editorial views – “elected” the case to be given extraordinary coverage, working, many times, ahead of the police investigation. But why did the little girl Isabella get such attention from the press and the society itself, which followed this crime so closely? And why is journalism essential to not only announce the news, but also to make value judgments about the facts? In this research, aiming to answer these questions, the importance of journalism in society will be addressed, by showing how it is able to influence the public opinion directly and instigate, very often, the violence in the people. It is evident that the wide exposure of this case in the media has caused the public outcry and that it was a determining factor to the conviction of the defendants, during the jury trial held in March 2010.
URI: http://hdl.handle.net/10923/2064
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000432475-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo1,81 MBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.