Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/3025
Tipo: masterThesis
Título: Pensamento complexo: representações de professores de ciências e matemática
Autor(es): Martinelli, Rodiane Ouriques
Orientador: Silva, Ana Maria Marques da
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e Matemática
Data de Publicação: 2010
Palavras-chave: EDUCAÇÃO
CIÊNCIAS - ENSINO
PENSAMENTO COMPLEXO
MORIN, EDGAR - CRÍTICA E INTERPRETAÇÃO
PROFESSORES - FORMAÇÃO PROFISSIONAL
Resumo: O grande desafio lançado à educação no século XXI é a contradição entre os problemas cada vez mais interdependentes e planetários, e a persistência de um modo de conhecimento que privilegia os saberes fragmentados e compartimentalizados. Edgar Morin, sociólogo e pensador francês propõe uma reforma do pensamento em direção a um pensar complexo, que dê subsídios para a interpretação mais contextualizada da realidade. Suas idéias vêm constituindo importante fonte de inspiração para repensar a educação. Baseada nos fundamentos teóricos de Edgar Morin, este trabalho investiga os elementos de um pensamento complexo presentes nos discursos de professores de ciências e matemática. O grupo pesquisado é formado por professores que cursam o Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e Matemática, cuja abordagem metodológica desenvolvida nas disciplinas é problematizadora e reflexiva. A partir de questionamentos orais e escritos procurou-se identificar as representações sobre o conceito de complexidade, pensamento complexo e elementos do pensamento complexo expressos nas concepções dos professores sobre a aprendizagem de seus alunos. Para a pesquisa adotaram-se instrumentos metodológicos, como entrevistas e questionários, adequados para uma abordagem qualitativa dos dados. Foi realizada uma análise textual discursiva do “corpus” da pesquisa, de forma a responder às questões de pesquisa.Quanto à complexidade, as categorias que emergiram dos discursos revelaram o entendimento dos professores da complexidade como rede comunicante e como organizadora do caos. Em relação ao pensamento complexo, as representações foram categorizadas em três formas de pensamento: sócio-cultural, ecologizante e em rede. No discurso sobre a aprendizagem, foram identificados inicialmente os desafios enfrentados para a efetivação da aprendizagem. Em relação aos elementos de um pensamento complexo que emergiram dos discursos, revelaram-se os fatores determinantes na construção do pensamento complexo, como a incerteza, incompletude e construção permanente do conhecimento, a auto-eco-organização e o sujeito cognoscente. As manifestações dos professores demonstram a presença de elementos de um pensamento de complexidade, apesar deste tema não fazer parte de seu vocabulário de uso cotidiano ou de sua formação acadêmica. Conclui-se que o discurso dos professores apresenta sinais da emergência de um novo paradigma de pensamento complexo, revelando-se em suas representações sobre a aprendizagem.
The great XXI century education challenge is the contradiction between the problems increasingly interdependent and global, and the persistence of knowledge that promotes fragmented and compartmentalized knowledge. Edgar Morin, French sociologist and philosopher proposed a reform of thoughts in a complex way of thinking, which gives grants to more contextualized interpretation of reality. His ideas are a major source of inspiration for rethinking education. Based on the theoretical foundations of Edgar Morin, this paper investigates the elements of a complex thought present in the discourses of science and math teachers. The research group consists on master students of Graduate Program in Mathematics and Science Education, whose methodological approach developed in these disciplines, is problem-analysis and reflection. After oral and written questions, we tried to identify the representations of the concept of complexity, complex thinking and complex elements of thought expressed in the teachers' conceptions of learning. For the investigation were adopted methodological tools such as interviews and questionnaires, suitable for a qualitative approach of data. We made a discursive textual analysis of the "body" of the investigation, so to answer the research questions. Regarding the complexity, the categories that emerged from the speeches showed that teachers understood the complexity as a communicative network and organizer of chaos.In relation to complex thinking, representations were categorized into three forms of thought: socio-cultural, ecologizing and network. In the discourse on student learning, initially we identified the challenges for effective learning. For complex elements of thought that emerged from the speeches, the factors that proved decisive in the construction of complex thinking were: uncertainty, incompleteness, the permanent knowledge construction, self-eco-organization and the cognocent learner. The manifestations of the teachers demonstrated the presence of elements of a complexity of thought, although the issue is not part of everyday vocabulary or training. We conclude that the teachers' discourse shows signs of the emergence of a new paradigm of complex thinking, revealed in their representations on learning.
URI: http://hdl.handle.net/10923/3025
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000423607-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo1,38 MBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.