Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://hdl.handle.net/10923/3615
Tipo: doctoralThesis
Título: A ação combinada de exercício físico e fisioterapia na recuperação da lombalgia em indivíduos acima de 60 anos
Autor(es): Furquim Junior, Nilton
Orientador: Stobäus, Claus Dieter
Editor: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Gerontologia Biomédica
Fecha de Publicación: 2010
Palabras clave: MEDICINA
GERONTOLOGIA BIOMÉDICA
GERIATRIA
GERONTOLOGIA
IDOSOS
ENVELHECIMENTO
DOR LOMBAR - EXERCÍCIOS TERAPÊUTICOS
FISIOTERAPIA
EXERCÍCIOS FÍSICOS
Resumen: Currently due to physical inactivity, the lack of information and vices, many individuals face great problems of health as degenerative chronic illnesses and back pain known as lombalgia causing these individuals beyond pain a change in theirs dayly life. The present work had as objective to interpret the effectiveness of the combination of exercises and Fisioteraphy in the recovery of the lombalgia, in the aged ones who use the Sistema Unico de Saude (SUS) of the city of Mafra-SC. The present inquiry is quantitative and characterized as being an experimental study, in a delineation of effectiveness. The targed subjects were formed by individuals with more than 60 years old from Mafra, totalizing 109 individuals, that had been previously selected through medical examinations and physical evaluation, the data were properly contained in a handbook. The inclusion criteria, beyond the age, says respect to the subjects of the research that present chronic lombalgia, in conditions to perform the exercises contained in the methodology of the present research. The chosen teams had been divided randomly, through registration odd/even, in two groups. Group one: the ones that had made the fisioteraphy work, followed by physical exercise, simultaneous form. Group two: the ones that had made only the fisioteraphy work, constituting of this form the CONTROL group, being stipulated 20 sessions for both groups. Results: How much to the descriptive analysis of the characteristics of the groups one calculated average of age in 66,74±6,35 years, being the majority FEMALE individuals, entering 78. 18% of aged in group one and 77. 77% of aged in group two. After doing analysis statistics for comparison of the measures found in pre-test and pos-test of the groups physical exercise and control, the two groups presented Index of Corporal Mass statiscals differences. They had gotten a bigger difference in relation to the average of 0,98 reduction of kg/m² in the group who have controlled for 0,24 kg/m ² in group one. In relation to the percentage of fat we observe a bigger equality in this protocol presenting similarity between the differences on average values, getting a difference between the groups of only 0. 4% of fat what it is not significant. The waist circumference test was the one which presented the bigest difference between the groups, in the group one average was in 2,51cm and the control group presented 0,29cm. In flexibility, the collected data had not presented a normal distribution, being thus, used the comparison test of Wilcoxon, getting significant statistical differences in the two groups. Being 2. 31 cm in the group one and of only 0,29 cm in the control group between pre-test/pos-test, flexibility of shoulder, it did not show significant differences between pre and pos tests tests in the two groups. In the item strength group one got the biggest difference in relation to the control group, occurring a significant statistic diffrence in group one of 3,27 Kg and 0,24 Kg in group two. The scale of pain, this 0 variable presented significant difference in the two groups, to if comparing the averages it was identified that the joined difference was of 2,03 in group one and 0,23 in group two in relation to the reduction of pain. It was observed that the combined action of physical exercise with the fisioteraphy occurred a significant improvement on the physical conditions that were tested, but also in the perception of pain and with this we got a faster recovery in group 1.
Atualmente devido à inatividade física, a falta de informação e os vícios posturais, as pessoas enfrentam grandes problemas de saúde como doenças crônicas degenerativas e dores nas costas conhecida como lombalgia acarretando nesses indivíduos além da dor uma mudança no seu cotidiano habitual. O presente trabalho teve como objetivo Interpretar a eficácia da ação combinada do Exercício Físico e Fisioterapia na recuperação da lombalgia, nos idosos do que utilizam o Sistema Único de Saúde (SUS) do município de Mafra-SC. A presente investigação é quantitativa, caracteriza-se como sendo um estudo experimental, em um delineamento de eficácia. A população alvo foi formada pelas pessoas com mais de 60 anos do município, totalizando 109 indivíduos, que foram selecionados previamente através de exames médicos e avaliação física, cujos dados estão contidos em prontuário próprio. Os critérios de inclusão, além da faixa etária, dizem respeito a sujeitos da pesquisa que apresentam lombalgia crônica, em condições de realizar os itens previstos na metodologia da presente pesquisa. Os selecionados foram divididos aleatoriamente, através de inscrição par/ ímpar, em dois grupos. Grupo um: os que fizeram o trabalho fisioterápico, acompanhado de exercício físico, de forma simultânea, grupo dois: os que fizeram apenas o trabalho fisioterápico, constituindo dessa forma o grupo controle. Resultados Quanto à análise descritiva das características dos grupos calculou-se média de idade em 66,74±6,35 anos, sendo a maioria indivíduos do sexo feminino, contabilizando 78,18% de idosas no grupo um e 77,77% de idosas no grupo dois. Após análise estatística para comparação das medidas encontradas em pré e pós-teste dos grupos exercício físico e controle Índice de Massa Corporal os dois grupos apresentaram diferenças estatísticas tendo obtido uma diferença maior em relação à média de diminuição de 0,98 kg/m² no grupo controle para 0,24 kg/m² no grupo um. Em relação ao percentual de gordura observamos uma maior igualdade neste protocolo apresentando valores de diferença de médias parecidos, obtendo uma diferença entre os grupos de apenas 0,4% de gordura o que não é significativo. A circunferência de cintura foi o teste que mais apresentou diferenças entre os grupos, no grupo um a média ficou em 2,51cm já o outro grupo controle 0,29cm. Na flexibilidade, os dados coletados não apresentaram uma distribuição normal, sendo assim, utilizou-se o teste de comparação de Wilcoxon, obtendo diferenças estatísticas significantes nos dois grupos. Sendo 2,31 cm no grupo um e de apenas 0,29 cm no grupo controle entre pré e pós teste, flexibilidade de ombro, não mostrou diferenças significativas entre pré e pós testes nos dois grupos. Na força obteve-se as maiores diferenças em relação aos grupos, ocorrendo uma diferença estatística significativa no grupo um de 3,27 kg e 0,24 Kg no grupo dois. A escala da dor, essa variável apresentou diferenças significativas nos dois grupos, ao se comparar as médias identificou-se que a diferença encontrada foi de 2,03 no grupo um e 0,23 no grupo dois em relação à diminuição da dor. Conclui-se que a ação combinada de exercício físico com a fisioterapia ocorreu uma melhora significativa nas valências física analisadas principalmente na diminuição da dor e com isso tendo um tempo menor para a recuperação da lombalgia no Grupo 1.
URI: http://hdl.handle.net/10923/3615
Aparece en las colecciones:Dissertação e Tese

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción TamañoFormato 
000424377-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo1,59 MBAdobe PDFAbrir
Ver


Todos los ítems en el Repositorio de la PUCRS están protegidos por derechos de autor, con todos los derechos reservados, y están bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial 4.0 Internacional. Sepa más.