Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://hdl.handle.net/10923/4117
Tipo: masterThesis
Título: A produção das vogais frontais, arredondadas do francês (L3) por falantes nativos do português brasileiro (L1) com inglês norte-americano como L2
Autor(es): Pompeu, Ana Carolina Moura
Orientador: Bisol, Leda
Editor: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Letras
Fecha de Publicación: 2010
Palabras clave: LINGUÍSTICA
AQUISIÇÃO DA SEGUNDA LÍNGUA
INGLÊS - FONOLOGIA
FRANCÊS - FONOLOGIA
PORTUGUÊS - FONOLOGIA
FONÉTICA ACÚSTICA
Resumen: No presente estudo, objetiva-se verificar a interferência de uma língua sobre a outra, no processo de aquisição de uma terceira língua, a fim de oferecer elementos para programas de aquisição de segunda e terceira língua. A teoria que fundamenta esta investigação é a Teoria da Marcação na visão de Chomsky e Halle (1968) que designa as marcas dos segmentos através de um conjunto de convenções, além da visão de Calabrese que determina as marcas através de uma escala de robustez e que propõe alguns Procedimentos de Simplificação aos quais os falantes se firmam ao deparar-se com segmentos complexos que não estão presentes no sistema de sua língua materna. Serão investigadas, portanto, a produção das vogais frontais arredondadas do francês /y/, /ø/ e /œ/, por falantes de português brasileiro (L1) que têm o inglês norte-americano como segunda língua (L2) e o francês como terceira (L3). A partir da investigação empírica são propostas duas análises: fonológica e acústica. A primeira é desenvolvida à luz da Teoria da Marcação de Calabrese (2005) a partir dos procedimentos de simplificação propostos pelo autor; a segunda tem por objetivo averiguar se a produção falha dos três segmentos do francês sofre maior influência da L1 ou da L2. A investigação empírica contou com 8 informantes, com nível avançado de inglês e intermediário de francês. A análise dos dados foi realizada a partir da leitura em voz alta de palavras em inglês e francês. Os dados foram gravados com o auxílio do programa Audacity 1. 2. 6 e para a realização da análise acústica fez-se uso do programa Praat 5. 1. 04. Acreditamos que a realização desse estudo seja pertinente para a área de aquisição de segunda e terceira língua, assim como para a fonologia.
The aim of the present study is to verify the interference from one language over another in the process of a third language acquisition, in order to offer elements for second and third language acquisition programs. The theory which bases this investigation is the Markedness Theory in the view of Chomsky and Halle (1968) which designates segment marks through a set of conventions. Besides, there is the view of Calabrese who determines marks through robustness scale and proposes some Simplification Procedures in which speakers tend to support themselves when faced with complex segments that are not present in their mother language system. There will be investigated, therefore, the production of front rounded French vowels, /y/, / / and / /, by speakers of Brazilian Portuguese (L1) who have north American English as a second language (L2) and French as a third (L3). By the empirical investigation two analyses are proposed: a phonological and an acoustical. The first, is developed in the light of Calabrese’s (2005) Markedness Theory based on the simplification procedures suggested; the second aims to verify whether the incorrect productions of the three French vowels are influenced by the L1 or L2. The empirical investigation was based on data from 8 subjects in the advanced level of English and intermediate of French. The data were recorded at the Audacity program and analyzed at Praat. We believe that this study will be relevant for second and third language acquisition area and for phonology.
URI: http://hdl.handle.net/10923/4117
Aparece en las colecciones:Dissertação e Tese

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción TamañoFormato 
000421800-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo732,71 kBAdobe PDFAbrir
Ver


Todos los ítems en el Repositorio de la PUCRS están protegidos por derechos de autor, con todos los derechos reservados, y están bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial 4.0 Internacional. Sepa más.