Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10923/4703
Type: doctoralThesis
Title: Sildenafil reverte o fenômeno da vasoconstrição pulmonar hipóxica em porcos recém-nascidos
Author(s): Tessler, Rogério Blasbalg
Advisor: Fiori, Renato Machado
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Graduate Program: Programa de Pós-Graduação em Pediatria e Saúde da Criança
Issue Date: 2008
Keywords: MEDICINA
PEDIATRIA
RECÉM-NASCIDO
SUÍNOS - DOENÇAS
EXPERIMENTAÇÃO ANIMAL
CIRCULAÇÃO PULMONAR - DOENÇAS
HIPERTENSÃO PULMONAR
VASODILATADORES
Abstract: O sildenafil é um potente vasodilatador usado no tratamento da hipertensão pulmonar persistente do recém nascido, entretanto existe conflito sobre os dados referentes ao efeito sobre a oxigenação. Testamos o efeito sobre a vasoconstrição pulmonar hipóxica (HPV) em porcos recém nascidos. Um segmento do pulmão atelectático foi criado através da obstrução de um brônquio. O fluxo sanguíneo total e o fluxo local para o lobo atelectático e o lobo contra-lateral foram mensurados através da ressonância magnética nuclear (MRI), 30 minutos e após a administração de sildenafil (0. 2 e 1mg/kg ev) ou solução salina. O fluxo estava reduzido (P<0. 01) no lobo atelectático e aumentado no lobo contra-lateral, indicando uma resposta da HPV adequada. Sildenafil nas doses oferecidas significativamente (P<0. 01) aumenta o fluxo local para o lobo atelectático. Na dose de 1mg/Kg causa uma diminuição da PaO2 de 285±37 para 161±22 mmHg (P<0. 01). Nós concluímos que o recém nascido apresenta uma resposta HPV adequada, que interrompe quase por completo o fluxo de sangue para áreas não ventiladas do pulmão. Esse fenômeno é revertido após a administração do sildenafil endovenoso de forma dose dependente. Na presença de doença do parênquima pulmonar, o uso de sildenafil endovenoso para o tratamento de hipertensão pulmonar pode piorar a oxigenação através da reversão da resposta pulmonar vasoconstritora nas áreas não ventiladas do pulmão.
Sildenafil is a vasodilator used in the treatment of persistent pulmonary hypertension of the neonate (PPHN) syndrome, but conflicting data exist regarding its effect on arterial oxygenation. We tested its effect on the piglet’s hypoxic pulmonary vasoconstriction (HPV) response. A segmental lung atelectasis was created by obstructing the corresponding bronchus. Total pulmonary and specific flows to the atelectatic and contra-lateral lobes were measured by magnetic resonance (MR) before and 30 min post sildenafil (0. 2 and 1mg/kg iv) or saline administration. Flow was reduced (P<0. 01) in the atelectatic and increased in the contra-lateral lobe indicating an effective HPV response. Sildenafil at both doses significantly (P<0. 01) increased flow solely to the atelectatic lobe. At a dose of 1 mg/kg sildenafil induced a decrease in PaO2 from 285±37 to 161±22 mmHg (P<0. 01). We conclude that the HPV response in the newborn is capable of almost completely reducing blood flow to nonventilated lung units and is reversed following sildenafil iv administration in a dose-dependent manner. In the presence of lung parenchymal disease, the use of iv sildenafil in the treatment of PPHN syndrome may worsen arterial oxygenation by reversing the HPV response in non-ventilated lung units.
URI: http://hdl.handle.net/10923/4703
Appears in Collections:Dissertação e Tese

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
000401343-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo664,49 kBAdobe PDFOpen
View


All Items in PUCRS Repository are protected by copyright, with all rights reserved, and are licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License. Read more.