Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://hdl.handle.net/10923/5089
Tipo: doctoralThesis
Título: A reinvenção do trabalho em saúde: a intervenção tecno-política nos processos de subjetivação no campo da saúde
Autor(es): Santos, Fabiane Konowaluk
Orientador: Mendes, Jussara Maria Rosa
Editor: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Serviço Social
Fecha de Publicación: 2007
Palabras clave: SERVIÇO SOCIAL
TRABALHADORES - SAÚDE
SAÚDE OCUPACIONAL
SAÚDE COLETIVA
TRABALHADORES - ASPECTOS SOCIAIS
Resumen: The study object is based on the use of the information collected in speech of the 98 interviewed workers of the health as form to deepen questions pointed for the original studydiagnosis promoted by the Program of Incentive in the Curriculum Changes in the Courses of Medicine (PROMED) intitled"Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul". College of Medicine. Diagnosis of health of the east district of Porto Alegre (2005). As clipping of the biggest study, this thesis objectived to do research on the program of basic attention in health and their relation with the guarantee of the completeness of the attention to the users as than the health workers discovering the form with the workers of the health perceive the services besides to check the relation between the day-by-day of the service and the consequence in the work into health. The methodology was directed in the qualitative analysis, characterized as the detailed understanding of the meanings and specific characteristics presented by the interviewed ones, in place of the production of quantitative measures of characteristics or behaviors. Under the orientation of the critical methodology with emphasis in the logical dialectic, it was possible to understand the information under the historical perspective and the social construction of the existing phenomena, so that we can to act conscientiously for transformation and satisfaction of our necessities. The analysis revealed the existing tension in day-by-day of the resultant services of the process of work in health and the different programs and models of management of the area. This tension is marked by the existing conflict between rational component and humanitary component of the process of work in health.Many times this contradiction is used by the workers as a form of the complaints that to conceal of the diversities of the demands, in a process of multiple reductions that finishes for resulting in the negation of their proper process of work The perception of the service as door of entrance and access represents innumerable sources of suffering for the workers of the health and many of the defense strategies that could to reduce this impotence finish to being masked. These masks finish for corroding other spaces of capacity of the citizens, as solidarity, cooperation and care with the life. It’s important to remember that the persistent of some strategies of confrontation still indicate some degrees of illusion or idealism of the work, that allied to the search of the knowledge can become bridges for the transformation of daily of the services of health and the capacity of the citizens.
O objeto de estudo baseia-se no uso das informações coletadas nas falas dos 98 trabalhadores da saúde entrevistados como forma de aprofundar questões apontadas pelo estudo-diagnóstico original intitulado Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Diagnóstico de saúde do distrito leste de Porto Alegre (2005). Como recorte do estudo maior, esta tese investigou o programa de atenção básica em saúde e sua relação com a garantia da integralidade da atenção tanto aos usuários quanto aos trabalhadores de saúde, averiguando a forma com que os trabalhadores da saúde percebem os serviços, além de verificar a relação entre o dia a dia do serviço e seu reflexo no trabalho em saúde. A metodologia utilizada foi focada na análise qualitativa, sob a orientação da metodologia crítica com ênfase na lógica dialética, foi possível compreender as informações sob a perspectiva histórica e a construção social dos fenômenos existentes, para que nós possamos agir conscientemente para transformação e satisfação de nossas necessidades.A análise revelou a tensão existente no dia-a-dia dos serviços resultantes do processo de trabalho em saúde e os diversos programas e modelos de gestão da área. Esta tensão é marcada pelo conflito existente entre componentes racionalizadores e humanizadores do processo de trabalho em saúde. Esta contradição é utilizada pelos trabalhadores muitas vezes como forma de queixas encobridoras das diversidades das demandas, em um processo de múltiplas reduções que acaba por resultar na negação do seu próprio processo de trabalho. A percepção do serviço como porta de entrada e acesso representa inúmeras fontes de sofrimento para os trabalhadores da saúde e, muitas das estratégias de defesa que poderiam amenizar esta impotência, acabam sendo mascaradas. Estas máscaras acabam por corroer outros espaços de potencialização dos sujeitos, como solidariedade, cooperação e cuidado com a vida. Ressaltase também que as persistências de algumas estratégias de enfrentamento indicam ainda alguns graus de ilusão ou idealização do trabalho, que aliado à busca do conhecimento podem se tornar pontes para a transformação do cotidiano dos serviços de saúde e potencialização dos sujeitos.
URI: http://hdl.handle.net/10923/5089
Aparece en las colecciones:Dissertação e Tese

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción TamañoFormato 
000391910-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo3,51 MBAdobe PDFAbrir
Ver


Todos los ítems en el Repositorio de la PUCRS están protegidos por derechos de autor, con todos los derechos reservados, y están bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial 4.0 Internacional. Sepa más.