Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/5302
Tipo: masterThesis
Título: Estimativa de período reprodutivo e tamanho de primeira maturação de espécies dominantes da ictiofauna da Laguna dos Patos através do uso exclusivo do índice gonadossomático
Autor(es): Marques, Camilla da Silva
Orientador: Fontoura, Nelson Ferreira
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Zoologia
Data de Publicação: 2007
Palavras-chave: ZOOLOGIA
ICTIOLOGIA
PEIXES - RIO GRANDE DO SUL
PEIXES - REPRODUÇÃO
Resumo: This research results from a monthly sampling program carried out at Lagoa do Casamento (November 2002 to April 2004) and Lago Guaíba (June 2005 to May 2006). Fishes are sampled using gillnets of different mesh size (30 meters long; 15, 20, 25, 30, 35, 40, 50, 60 e 70 mm between knots, 36 hours/month). For dominant fish species the size at first maturation and reproductive period were estimated. The length of first maturation (LMAT) of each fish species was estimated through a modified logistic equation, adjusted from Gonadossomatic Index (GSI) data using Levenberg-Marquardt algorithm (SPSS 11. 5): IGSMED=IGSMIN+(IGSMAXIGSMIN)/( 1+exp(-Tax*(LTOT-LMAT))); where IGSMED is the average GSI for females in each size class; IGSMIN is the average GSI for juvenile females; IGSMAX is the average GSI for adult females; Tax is the rate of changing from juvenile to adult; LTOT is the average total length of each size class; and LMAT is the length at first maturity. For species with no enough sample size to adjust the model, the first maturation were estimated as the total length of the smaller female with GSI equal or larger than 30% of the maximum registered GSI value for the specie (LMIN). The reproductive period was determined according to the monthly variation of the GSI. Months with registered reproduction was designed by the presence of at least one female with GSI equal or larger than 30% of the maximum registered GSI for the species. Months characterized as reproductive peak were those when 50% of females were presenting GSI equal or larger than 30% of the maximum registered GSI value. The length at first maturation of Oligosarcus jenynsii was estimated in 16. 2cm (LMAT; SE=0. 167) and the reproductive period was estimated from March to November and the period of maximum reproduction was identified from April to August. For Oligosarcus robustus the reproductive activity starts at 21. 4cm (LMAT; SE=0. 463) of total length and it reproduces during almost the whole year with the maximum activity from February to August. The first maturation was determined in 13. 9 cm (LMIN) for Hoplias malabaricus females and the reproductive period was identified from November to March, with reproductive peak from November to December. Cyphocharax voga starts to reproduce with 18. 5cm (LMAT; SE=0. 738) of total length and reproductive activities occurred during the whole year, with the maximum reproduction from February to September. The length at first maturation for Astyanax fasciatus was estimated as 12. 2cm (LMAT; SE=0. 661) and the reproductive period occurred during the whole year, although the period of maximum reproduction was estimated from September to May. For Pimelodus maculatus females the reproductive activity starts with 18. 0cm (LMIN). The first maturation was estimated at 8. 0cm (LMIN) for Parapimelodus nigribarbis and the reproductive period was estimated from September to March. The specie, however, didn’t show a period of reproductive peak following the proposed criteria. Hoplosternum littorale starts to reproduce with 14. 1cm (LMAT; SE=0. 199), the reproductive period was determined as from October to February and the period of maximum reproduction was estimated from November to December. For Loricariichthys anus females, first maturation was estimated at 27. 0cm (LMAT; SE=1. 151), the reproductive period was estimated from November to February but the specie does not show a period of reproductive peak as proposed. The length at which Pachyurus bonariensis starts its reproductive activity is 17. 2cm (LMAT; SE=2,024) and the reproductive period was estimated as from November to February, with a period of maximum reproduction registered in November and December. Finally, the first maturation for Trachelyopterus lucenai was estimated as 13. 7cm (LMAT; SE=0. 537), the reproductive period was estimated from November to February and the period of maximum reproduction was registered from November to January.
O presente trabalho foi realizado através de um conjunto de amostragens mensais na Lagoa do Casamento, sistema nordeste da Laguna dos Patos (nov/2002 a abr/2004), e no Lago Guaíba, região denominada Saco das Mulatas (jun/2005 a mai/2006). Os animais foram capturados através de redes de espera com 30 metros, de malhas de 15, 20, 25, 30, 35, 40, 50, 60 e 70mm entre nós adjacentes, com esforço mensal de 36 horas/mês. Para as espécies consideradas dominantes ao sistema da Laguna dos Patos, foram estimados os comprimentos de primeira maturação gonadal e período reprodutivo. O tamanho de primeira maturação (LMAT) foi estimado através do ajuste de uma função logística modificada aos dados de comprimento total médio (LTOT) e IGS médio (IGSMED) através do algoritmo de Levenberg-Marquardt (SPSS 11. 5): IGSMED=IGSMIN+(IGSMAX-IGSMIN)/(1+exp(-Tax*(LTOT-LMAT)); onde IGSMED é o IGS médio para fêmeas em cada intervalo de classe de comprimento; IGSMIN é o IGS médio de fêmeas jovens; IGSMAX é o IGS médio de fêmeas adultas; Tax é a velocidade com que as fêmeas passam do estágio jovem para o estágio adulto; LTOT é o comprimento total médio de cada classe de comprimento e LMAT é o tamanho de primeira maturação. Para espécies com insuficiência amostral para ajuste da função, o tamanho de primeira maturação foi determinado como o comprimento total do menor indivíduo capturado com IGS igual ou superior a 30% do maior valor de IGS registrado para as fêmeas de cada espécie (LMIN).O período reprodutivo foi definido através da variação mensal dos valores do Índice Gonadossomático (IGS) de fêmeas, sendo considerados meses de reprodução registrada aqueles meses em que houve pelo menos uma fêmea com IGS igual ou superior a 30% do valor máximo de IGS registrado para as fêmeas da espécie e os meses de pico reprodutivo foram caracterizados como aqueles em que metade da população de fêmeas possuía no mínimo 30% do IGS máximo registrado. O tamanho de primeira maturação para Oligosarcus jenynsii foi estimado em 16,2cm (LMAT, EP=0,167) com reprodução registrada de março a novembro e pico reprodutivo de abril a agosto. Para Oligosarcus robustus o comprimento de primeira maturação gonadal foi determinado em 21,4cm (LMAT, SE=0,463), com atividade reprodutiva anual e picos entre fevereiro e agosto. Hoplias malabaricus inicia a reprodução aos 13,9cm (LMIN) durante os meses de novembro a março, com picos reprodutivos nos meses de novembro e dezembro. Para Cyphocharax voga a primeira maturação inicia aos 18,5cm de comprimento (LMAT, EP=0,738) e reproduz-se durante todo o ano com pico reprodutivo nos meses de setembro a fevereiro. Para Astyanax fasciatus a atividade reprodutiva inicia-se aos 12,2cm (LMAT, EP=0,661) de comprimento com atividade reprodutiva anual e picos entre setembro a maio. Para Pimelodus maculatus a reprodução inicia-se aos 18,0cm (LMIN) e através do método proposto não foi possível estimar o período reprodutivo. Para Parapimelodus nigribarbis o tamanho de primeira maturação foi estimado em 8,0cm (LMIN), sendo que a atividade reprodutiva ocorre de setembro a março, sem a presença de picos de IGS. Hoplosternum littorale inicia a reprodução aos 14,1cm (LMAT, EP=0,199) com atividade reprodutiva de outubro a fevereiro e picos nos meses de novembro e dezembro.O tamanho de primeira maturação para Loricariichthys anus foi estimado em 27,0cm (LMAT, EP=1,151) se seu período de desova se estende de novembro a fevereiro, sem a presença de picos de IGS. Para Trachelyopterus lucenai a primeira maturação inicia aos 13,7cm de comprimento (LMAT, EP=0,537) e sua atividade reprodutiva se estende de novembro a fevereiro com picos entre novembro a janeiro. Finalmente, para Pachyurus bonariensis a primeira maturação foi estimada em 17,2cm (SE=2,024) e sua reprodução compreende de novembro a fevereiro com pico reprodutivo nos meses de novembro e dezembro.
URI: http://hdl.handle.net/10923/5302
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000391988-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo444,4 kBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.