Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://hdl.handle.net/10923/5538
Tipo: doctoralThesis
Título: Relações filogenéticas das espécies da família Callichthyidae: (Ostariophysi, Siluriformes)
Autor(es): Vera-Alcaraz, Héctor Samuel
Orientador: Reis, Roberto Esser dos
Editor: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Zoologia
Fecha de Publicación: 2013
Palabras clave: ZOOLOGIA
ICTIOLOGIA
FILOGENIA
SILURIFORMES
PEIXES - ESPÉCIES
Resumen: The phylogeny of the family Callichthyidae (Siluriformes) was investigated performing a Cladistic parsimony analysis under a Total Evidence approach. Characters explored are mainly based in osteology and molecular data of nuclear and mitochondrial genes. The ingroup included 131 terminals representing 111 species, the outgroup included 13 terminals representing 13 species including Copionodon as the rooting taxa. The phylogenetic analysis resulted in 89 most parsimonious trees which are summarized in a strict consensus cladogram; a new phylogenetic classification and the discussion of this paper are addressed based in this topology. The Total Evidence phylogenetic analysis corroborated the monophyly of the family Callichthyidae, subfamilies Callichthyinae and Corydoradinae, genera Callichthys, Dianema, Lepthoplosternum, Megalechis, and Scleromystax. However, the genera Aspidoras, Corydoras, and Hoplosternum are recovered nonmonophyletic. To reconcile this situation, a revalidation of the genera Hoplisoma and Gastrodermus is proposed to accommodate most species currently recognized in Corydoras. Aspidoras virgulatus and Corydoras lacerdai are transferred to Scleromystax to conceive their currently containing genera monophyletic. On the other hand, Hoplosternum is recovered paraphyletic. However, it was decided to hold making taxonomic changes at this moment until molecular dataset is completed for this genus, which is referred temporarily as “Hoplosternum”. Synapomorphies for each clade recovered and ranked in the phylogenetic classification are reported here, emphasizing their morphological diagnoses. Interrelationships between species and clades are discussed and compared with previous taxonomic and phylogenetic hypotheses. In addition, the taxonomy of Hoplisoma nattereri was reviewed in order to elucidate its synonymy and investigate the presence of cryptic diversity under this name. Hoplisoma nattereri and H. triseriatus are considered valid species. Geographic distribution for each species is also reported. Corydoras juquiaae is removed from the synonymy of Hoplisoma nattereri and transferred to Scleromystax juquiaae, new combination. Scleromystax prionotos is considered a junior synonym of S. juquiaae. All these species are illustrated in this paper. In addition, the original figure of S. juquiaae prepared but never published by Rudolph von Ihering is reproduced here. Phylogenetic relationships of Hoplisoma nattereri and H. triseriatus are discussed and also the morphometric and genetic distance of some of the populations sampled.
A filogenia da família Callichthyidae (Siluriformes) foi estudada realizando uma análise de Parcimônia Cladística sob uma abordagem de Evidência Total. Caracteres explorados foram principalmente baseados em osteologia e dados moleculares de genes nucleares e mitocondriais. O grupo interno incluiu 131 terminais representando 111 espécies; o grupo externo incluiu 13 terminais representando 13 espécies e incluindo Copionodon como o terminal de enraizamento da topologia. A análise filogenética resultou em 89 árvores mais parcimoniosas que foram resumidas em um cladograma de consenso estrito; com base nessa topologia, se propõe e discute uma nova classificação filogenética para Callichthyidae. A análise filogenética de Evidência Total corroborou o monofiletismo da família Callichthyidae, subfamílias Callichthyinae e Corydoradinae, gêneros Callichthys, Dianema, Lepthoplosternum, Megalechis e Scleromystax. No entanto, os gêneros Aspidoras, Corydoras e Hoplosternum foram recuperados nãomonofiléticos. Para conciliar esta situação, se propõe a revalidação dos gêneros Hoplisoma e Gastrodermus para acomodar a maioria das espécies atualmente reconhecidas em Corydoras. Aspidoras virgulatus e Corydoras lacerdai foram transferidas para Scleromystax e assim conceber esses gêneros como monofiléticos. Por outro lado, as espécies de Hoplosternum foram recuperadas como parafiléticas. No entanto, decidiu-se não fazer mudanças taxonômicas no momento até concluir a coleta de dados moleculares para este grupo, o qual é reconhecido temporariamente como “Hoplosternum”. Sinapomorfias para cada clado recuperado e proposto na classificação filogenética são aqui mostrados, enfatizando seus caracteres morfológicos diagnósticos. Inter-relações entre as espécies e clados são discutidas e comparadas com estudos taxonômicos e hipóteses filogenéticas anteriores. Adicionalmente, a taxonomia de Hoplisoma nattereri foi revisada a fim de elucidar sua sinonímia e investigar a presença de diversidade críptica sob este nome. Hoplisoma nattereri e H. triseriatus são consideradas espécies válidas. A distribuição geográfica para cada espécie é reportada. Corydoras juquiaae é removida da sinonímia de Hoplisoma nattereri e transferida para Scleromystax juquiaae, nova combinação. Scleromystax prionotos é considerada um sinônimo júnior de S. juquiaae. Todas estas espécies são ilustradas neste artigo. Também, a figura original de Corydoras juquiaae preparada, mas nunca publicada, por Rudolph von Ihering é aqui reproduzida. As relações filogenéticas de Hoplisoma nattereri e H. triseriatus foram discutidas como assim a sua morfometría e a distância genética de algumas das populações amostradas.
URI: http://hdl.handle.net/10923/5538
Aparece en las colecciones:Dissertação e Tese

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción TamañoFormato 
000451889-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo4,35 MBAdobe PDFAbrir
Ver


Todos los ítems en el Repositorio de la PUCRS están protegidos por derechos de autor, con todos los derechos reservados, y están bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial 4.0 Internacional. Sepa más.