Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://hdl.handle.net/10923/5799
Tipo: masterThesis
Título: Imagens marionetáveis: o boneco nos cruzamentos da arte e da comunicação
Autor(es): Bueno, Yara Marina Baungarten
Orientador: Silva, Juremir Machado da
Editor: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social
Fecha de Publicación: 2014
Palabras clave: COMUNICAÇÃO VISUAL
ARTES
IMAGINÁRIO
CULTURA
Resumen: Esta pesquisa tem como objetivo relacionar a figura do boneco nos produtos audiovisuais realizados a partir dos anos 1890 até a primeira década do século 21, investigando ocorrências desde o teatro, passando pelo cinema até chegar à televisão. Nesse sentido, é traçado um panorama histórico das artes e da comunicação para dar conta, na pós-modernidade, de uma presença que faz referência às manifestações culturais do imaginário. Para balizar o presente estudo, elege-se a Sociologia Compreensiva, proposta por Michel Maffesoli, como aporte metodológico. São enfocados então conceitos que dizem respeito às linguagens de cada área, estruturando conexões entre as técnicas e os conteúdos e citando exemplos de como o boneco tem sido utilizado como personagem ao longo da História da comunicação humana. Em relação às temáticas, recorre-se ao pensamento de autores como Gilbert Durand, Edgar Morin, Régis Debray, Marshall McLuhan, Johan Huizinga, Roger Caillois, John Bell, Ana Maria Amaral, além de Michel Maffesoli, para auxiliar nas perspectivas do imaginário, do teatro de bonecos, do cinema e da televisão. De acordo com esta abordagem, são por fim analisados três casos de programas televisivos, os norte-americanos The Muppet Show e Frango Robô e o brasileiro Pandorga, veiculados nos últimos 40 anos, que demonstram os cruzamentos dos campos e do pensamento em prol da criação de conteúdos visuais contemporâneos.
This research aims to relate the figure of the puppet in audiovisual products made from the 1890s until the first decade of the 21st century, investigating its appearance in theater, cinema and television. In this sense, is traced a historical overview of the arts and communication to give account, in postmodernity, of a presence which refers to cultural manifestations of the imaginary. To guide the present study, is elected the Comprehensive Sociology proposed by Michel Maffesoli as methodological contribution. Then, concepts are addressed to relate the languages of each area, structuring connections between its techniques and contents and citing examples of how the puppet has been used as a character throughout the history of human communication. Regarding the selected themes, it refers to the thought of authors such as Gilbert Durand, Edgar Morin, Régis Debray, Marshall McLuhan, Johan Huizinga, Roger Caillois, John Bell, Ana Maria Amaral, plus Maffesoli, to assist in the prospects of the imaginary, puppetry, cinema and television. According to this approach, are finally analyzed three cases of television programs, the U. S. The Muppet Show and Robot Chicken and the Brazilian Pandorga, which are broadcasted the past 40 years, demonstrating the intersections of the fields of thought and for the establishment of contemporary visual content.
URI: http://hdl.handle.net/10923/5799
Aparece en las colecciones:Dissertação e Tese

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción TamañoFormato 
000457547-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo4,12 MBAdobe PDFAbrir
Ver


Todos los ítems en el Repositorio de la PUCRS están protegidos por derechos de autor, con todos los derechos reservados, y están bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial 4.0 Internacional. Sepa más.