Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10923/5844
Type: masterThesis
Title: A relação afetiva entre professores e alunos na transição dos anos iniciais para os anos finais do ensino fundamental
Author(s): Bôas, Márcia Martins Villas
Advisor: Casartelli, Alam de Oliveira
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Graduate Program: Programa de Pós-Graduação em Educação
Issue Date: 2014
Keywords: EDUCAÇÃO
APRENDIZAGEM
ENSINO FUNDAMENTAL
RELAÇÃO PROFESSOR-ALUNO
Abstract: This Dissertation intends to search and understand what happens to student's when they change from a multiple subject single teacher to a group of single subject teachers, regarding the motivation to learn, since in teacher's staff meeting this matter always comes up for discussion and apparently students tose focus failing to take account of the vaious themes and activities requested by severa) teachers that tend tu have at this stage and their will to learn. Thus, a search was made in three Porto Alegre schools with two sixth year teachers and two seventh year students each to report their experiente in this transition. The method used was the qualitative research with semistructured interview. The data collected were analized through the methodology of subject analisis according to Bardin (2009), in a qualitative approach agming to interpretate and reinterpret the results, seeking a better comprehension of bh2ir meanings. The teacher's report, as well as the student's, has shown us that at first glance teachers and students are better tuned with each other, understanding and respecting the space that each has within the school community, making it clear tat students can identify that it considers to be a good teacher. The continued icrmation allied with the cate in this transition, by the school staff, made this shift be áed smoothly by both students and teachers which eased the matter of disinterest and disorganization from the students.
Esta Dissertação tem como objetivo entender o que acontece entre professores e alunos na transição dos Anos Iniciais para os Anos Finais do Ensino Fundamental em relação à motivação para aprender. A transição dos Anos Iniciais para os Anos Finais requer organização e autonomia, porém, muitas vezes os alunos não conseguem atingir os objetivos propostos justamente por não terem tempo para se adaptar a esta nova modalidade de ensino, em que o aluno sai de uma professora para trabalhar com vários professores. Assim, foi feita uma pesquisa em três escolas de Porto Alegre com dois professores, que atuam no sexto ano, de cada escola e dois alunos que frequentam o sétimo ano ou a sexta série, igualmente de cada escola, para relatarem a respeito de suas experiências com a transição. Os dados coletados foram analisados através da metodologia da Análise de Conteúdo segundo Bardin (2009), numa abordagem qualitativa, com vistas a chegar-se a interpretar e reinterpretar os resultados, buscando uma melhor compreensão dos significados. Os relatos dos professores demonstraram que eles estão mais conscientes das dificuldades enfrentadas pelos alunos oriundos dos Anos Iniciais e que procuram apoiá-los dando a eles mais tempo para se adaptarem. As escolas, por sua vez, antes mesmo da transição, já proporcionam encontros entre alunos e professores do último ano dos Anos Iniciais com alunos e professores do primeiro ano dos Anos Finais do Ensino Fundamental. Por fim, os alunos, com os cuidados que a escola está tendo em proporcionar estes encontros, sentem-se menos ansiosos e mais seguros nesta transição dos Anos Iniciais para os Anos Finais do Ensino Fundamental.
URI: http://hdl.handle.net/10923/5844
Appears in Collections:Dissertação e Tese

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
000457919-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo620,84 kBAdobe PDFOpen
View


All Items in PUCRS Repository are protected by copyright, with all rights reserved, and are licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License. Read more.