Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/7424
Tipo: doctoralThesis
Título: Atividade docente na modalidade EaD: um olhar a partir do enfoque dialógico e da abordagem ergológica
Autor(es): Reginatto, Andréa Ad
Orientador: Di Fanti, Maria da Glória Corrêa
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Letras
Data de Publicação: 2015
Palavras-chave: EDUCAÇÃO
EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA
TECNOLOGIA EDUCACIONAL
PROFESSORES - ATUAÇÃO PROFISSIONAL
Resumo: This study discusses professors’ work activities in two Language teaching courses (Portuguese and Spanish) in the distance learning (DL) mode of a public higher education institution located in the central region of Rio Grande do Sul. The overall objective is to analyze the particularities of professors' activity on DL, considering the interface between the dialogical perspective of language and ergology in order to contribute to the knowledge/recognition of the complexity of their work. As specific objectives we delimited: i) verify, through the discursive analysis of the utterances of the DL professors, how they interact with their students, coordinators, multidisciplinary team, coworkers and tutor; (ii) verify, under the enunciative and discursive perspective, whom the professors’ activities are directed at in DL and (iii) check how the relationship between the foregoing standards and the restandardization impacts in the professors’ activities in DL. Regarding the theoretical framework, given the assumption of the dialogical constitution of language, we started from the studies developed by the Bakhtin Circle. Then, we established a dialogue with the ergological approach, which, considering the work activity as an industrious activity, make historical subjects, in the emergency of values, knowledge and experience, to face the ongoing debate between the foregoing standards and the restandardization. Concerning the methodology, we organized the study from the following steps: (i) contextualization of DL and Virtual Teaching and Learning Environment; (ii) characterization of the teaching, the professors and the students in DL mode; (iii) definition of research participants, material composition and analysis procedures, which included an interview and a semi-structured questionnaire. The instruments were applied individually to each of the three study participants (a Portuguese Language professor and two Spanish Language professors), given the theme of our research, by focusing on the relationship among the professionals and their peers and on their discourses. The results show that each professor has his/her own view on DL and, depending on the time they have been using it and their degree of involvement, the positions relating the activities performed by the participants acquire a different meaning. At times, we noticed the feeling of weariness and fatigue towards their work routine, combined with little recognition by academia peers. Thus, with this research, it is important to reiterate, through the analysis of the utterances, that the work developed by the three professors under study consists of interrelations with different partners (professors, tutors, students, multidisciplinary team, coordinations, etc. ) allowing understand this collaborative work even there are different views. In this principle of collaboration, which they always act in dependence on other subjects, lies the difference between DL and the regular classroom. We understand the importance of collaborative work in professors' activities in DL courses, because therein lies the complex character of this work activity. We sought to present considerations regarding the tension of social voices and the resulting production of senses on/in the professors’ activities in DL, contributing not only to the theoretical and methodological development of researches that address the interface language and work, but also to the reflection of the complex DL professors’ activities. We understand that teaching in this mode requires from professors, besides all predetermined requirements of their occupation, the task of acting in a context for which they were not prepared to. This shows the importance of creating a space where these professionals can be heard and also talk about the concerns surrounding their work routine, which goes beyond preparing and running classes.
Este estudo problematiza a atividade de trabalho do professor em dois Cursos de Letras (português e espanhol) licenciatura, na modalidade de ensino a distância (EaD), em uma instituição pública de Ensino Superior, localizada na Região Central do Rio Grande do Sul. O objetivo geral é verificar as particularidades da atividade do docente na modalidade EaD, por meio da análise do discurso de três docentes dos referidos cursos, considerando a interface entre a perspectiva dialógica da linguagem e a abordagem ergológica, de modo a contribuir para o (re)conhecimento da especificidade do seu trabalho. Como objetivos específicos, delimitamos: i) verificar, por meio da análise discursiva dos enunciados dos professores na modalidade EaD, como se dá a interlocução do professor com seus alunos, coordenadores, equipe multidisciplinar, colegas e professor tutor; (ii) verificar, sob o ponto de vista enunciativo-discursivo, para quem é direcionada a atividade do docente na modalidade EaD e (iii) verificar como ocorre o embate entre as normas antecedentes e as renormalizações na realização da atividade docente na modalidade EaD. Quanto ao referencial teórico, tendo em vista o pressuposto da constituição dialógica da linguagem, partimos dos estudos desenvolvidos pelo Círculo de Bakhtin, especificamente a partir das questões propostas por Bakhtin e Volochivov (???) e estabelecemos interlocução com a abordagem ergológica, que, considerando a atividade de trabalho uma atividade industriosa, convoca dos sujeitos históricos, na emergência de valores, saberes e experiências, o enfrentamento do permanente debate entre as normas antecedentes e as renormalizações (SCHWARTZ, 2007).Em termos metodológicos, a pesquisa é caracterizada como um estudo de caso de abordagem qualitativa e está organizada a partir das seguintes etapas: (i) contextualização da EaD e do Ambiente Virtual de Ensino Aprendizagem; (ii) caracterização do ensino, do professor e do aluno na modalidade EaD; (iii) delimitação dos participantes da pesquisa, composição do material e dos procedimentos de análise, os quais constam de uma entrevista e de um questionário semiestruturado. Os instrumentos foram aplicados individualmente a cada um dos três participantes do estudo (um do Curso de Letras Português e dois do Curso de Letras Espanhol), tendo em vista o mote de nossa pesquisa, centrado na relação dos profissionais com seus pares e nos discursos que atravessam seus dizeres. Os resultados permitem afirmar que cada docente tem a sua concepção sobre a EaD e, dependendo do tempo de contato com a modalidade e do grau de envolvimento, as posições frente às atividades desempenhadas pelos participantes adquirem um significado distinto. Em alguns momentos, evidenciamos a ideia de desgaste e de cansaço diante da rotina de trabalho, aliada ao pouco reconhecimento pelos demais pares da academia. Assim, com esta investigação, é importante reiterar, por meio da análise dos enunciados que o trabalho desenvolvido pelos três docentes em estudo é constituído por inter-relações com distintos interlocutores (professores, tutores, alunos, equipe multidisciplinar, coordenações, etc. ), o que possibilita entendermos esse ato de trabalho de modo colaborativo, ainda que existam embates de naturezas diversas. É nesse princípio de colaboração, de atuação sempre em dependência de outros sujeitos que reside a diferença entre a modalidade EaD e a presencial. Compreendemos a importância da atuação colaborativa na atividade docente em cursos na modalidade EaD, pois aí que reside o caráter complexo dessa atividade de trabalho. Buscamos apresentar reflexões sobre a tensão de vozes sociais e a decorrente produção de sentidos sobre a/na atividade do professor em EaD, contribuindo não só para o desenvolvimento teórico metodológico de pesquisas que contemplam a interface linguagem e trabalho, mas também para a reflexão da complexa atividade do professor de EaD. Entendemos que a docência, nessa modalidade de ensino, exige do professor, além de todas as prescrições pré-determinadas pelo seu ofício, a tarefa de atuar em um contexto para o qual não foi preparado. Isso revela a importância da criação de um espaço no qual esse profissional possa ser ouvido e, também, falar sobre as inquietações que cercam a sua rotina de trabalho, que vai além da preparação e exposição de aulas.
URI: http://hdl.handle.net/10923/7424
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000471040-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo2,29 MBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.