Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10923/7616
Type: doctoralThesis
Title: O processo de construção do bem-estar e a qualidade de vida durante a formação em educação física e suas perspectivas de futuro à luz da psicologia positiva
Author(s): Baez, Marcio Alessandro Cossio
Advisor: Stobäus, Claus Dieter
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Graduate Program: Programa de Pós-Graduação em Educação
Issue Date: 2015
Keywords: EDUCAÇÃO FÍSICA - ESTUDO E ENSINO
PROFESSORES - FORMAÇÃO PROFISSIONAL
PSICOLOGIA POSITIVA
Abstract: This quantitative and qualitative study, survey, cross-cutting, sought to study the process of student training and teaching, in which students in Physical Education, Federal University of Pampa in Uruguaiana-BR, asked about structure of the university, ways to overcome the challenges inherent in their initial training, building your well-being, their quality of life and its subsequent flowering, with foundations in Positive Psychology. Objective was to investigate the personal experiences and undergraduate professionals in physical education and the transition to the world of work, analyzing data and reports on aspects of the student's welfare becomes teaching, quality of life, positive affect and negative and self-image and self-esteem during this training process. First, 100 scholars over four semesters answered instruments that assessed initial motivation and pedagogical support, educational training model, professional results, support for the stage, self-image and self-esteem, positive and negative affects (at Panas), the assessment of good subjective-being, quality of life (at Whoqol-BREF). In the second phase, the total interviewed 14 academics who responded to questions about their training and building strategies for the construction of well-being. Later more were interviewed four former students, recent graduates, about the experiences after their training and insertion in the labor market. The quantitative data the following results were obtained: Initial Assessment of Motivation and Educational Support, overall average of 26. 16 points (SD = 5. 36); in Education Model showed up an appreciation of this process, averaging 58. 85 points (SD = 7. 73); Professional results indicated a positive outlook on the future career, averaging 29. 28 points (SD = 3. 65); Support on the stage of academic physical education the results were 49. 69 points (SD = 8. 75); Self Concept and Self-esteem in the students of Physical Education in their average training process was 178. 05 points (SD = 21. 48); the Positive and Negative Affect using Panas Instrument, general averages stood at 36. 13 (SD = 5. 09) for positive affect and 23. 50 (SD = 6. 60) for negative affects; the evaluation Subjective Well-Being Positive Affect the average was 3. 62 (SD = 0. 60), followed by satisfaction with life, an average of 3. 00 (SD = 0. 31) and the Negative Affect 2. 11 (SD = 0, 62). Overall score the mean was 2. 91 (SD = 0. 25); with regard to the overall quality of life, the overall average (or Quality of Life General score) is 4. 04 points (SD = 0. 61) (equivalent to 80. 8% of the range positivity); as regards the General Satisfaction with the average life was 3. 84 (SD = 0. 84), representing 76. 8% of positive; in the middle of the domains of WHOQOL-Bref: the domains that showed positive values were the social, average of 71. 66 (SD = 17. 10), and the physical, average of 71. 31 (SD = 14. 79) then the psychological, averaging 69. 11 SD = (14,20), but the environment related domain registered an average of 60. 95 (SD = 14. 23), showing a distorted perception, which can be related to Course structure conditions is still being structured and demanding conditions which are no ideal for the realization of practical activities. It was identified that the best independent predictors of Wellness Positive are the variables satisfaction with the perceived life, the instrument of Albuquerque and Trocolli (2004), (OR = 113. 087, p <0. 001), Panas negative (OR = 1, 2. 18; p <0. 001), Social Relations domain of WHOQOL-Bref (OR = 1. 050; p = 0. 009), Panas positive (OR = 1. 186; p <0. 006) and the variable men (OR = 0. 312; p = 0. 041 ). The qualitative data it became clear that, for the formation of student identity, report that it takes as a reality that evolves and develops constantly, both personally and collectively, is not something I ever have but something that develops during life. The identity development takes place in the subjective ground and is characterized as an evolutionary process, interpretation of himself as a person, in the context studied. As the construction of well-being in physical education is linked both to the existence of personal characteristics such as external contextual conditions and, accordingly, it is hoped that the ideas presented here may provide insight to who think training in more coherent perspective with the needs of teachers and of contemporary society. For recent graduates the insertion process in a working world offers a number of challenges and obstacles that these young professionals have to make choices and seek ways to overcome the challenges of integration, stressing that the stages, for the vast majority of newly qualified teachers are extremely important to recognize, as professionals, and the time to live and behave as a teacher, positively motivating the student to practice, proving to be excellent tool to help build the teaching career mode positive.
Este estudo quanti-qualitativo tipo levantamento, de natureza transversal, buscou estudar o processo de formação discente e docente, no qual acadêmicos em Educação Física da Universidade Federal do Pampa, em Uruguaiana-BR, responderam sobre estrutura da universidade, formas de superar os desafios inerentes de sua formação inicial, construção de seu bem-estar, sua qualidade de vida e seu posterior florescimento, com fundamentos na Psicologia Positiva. Objetivo foi investigar as vivências pessoais e profissionais de licenciandos em Educação Física e a passagem para o mundo do trabalho, analisando dados e relatos sobre aspectos do bem-estar do discente que se torna docente, sua qualidade de vida, afetos positivos e negativos e a autoimagem e autoestima durante este processo de formação. Primeiramente, 100 acadêmicos distribuídos em quatro semestres letivos responderam a instrumentos que avaliaram motivação inicial e apoio pedagógico, modelo de formação educacional, resultados profissionais, apoio para o estágio, autoimagem e autoestima, afetos positivos e negativos (pelo Panas), a avaliação do bem-estar subjetivo, qualidade de vida (pelo Whoqol-bref). Na segunda fase, do total foram entrevistados 14 acadêmicos que responderam a questionamentos sobre sua formação e construção de estratégias para construção do bem-estar. Posteriormente foram entrevistados mais 4 ex-acadêmicos, recém-formados, sobre as experiências após a sua formação e inserção no mercado de trabalho. Nos dados quantitativos obteve-se os seguintes resultados: Avaliação da Motivação Inicial e Apoio Pedagógico, média geral de 26,16 pontos (DP=5,36); no Modelo de Formação Educacional evidenciou-se uma valorização deste processo, com média de 58,85 pontos (DP=7,73); Resultados Profissionais apontaram para uma perspectiva positiva quanto ao futuro profissional, com média de 29,28 pontos (DP=3,65); no Apoio no Estágio dos acadêmicos de Educação Física os resultados foram de 49,69 pontos (DP=8,75); em Autoimagem e Autoestima dos acadêmicos de Educação Física em seu processo de formação a média foi 178. 05 pontos (DP=21,48); nos Afetos Positivos e Negativos, utilizando o Instrumento Panas, as médias gerais ficaram em 36,13 (DP=5,09) para afetos positivos e 23,50 (DP=6,60) para afetos negativos; na avaliação Bem-Estar Subjetivo Afeto Positivo a média foi 3,62 (DP=0,60), seguido pela satisfação com a vida, média de 3,00 (DP=0,31) e pelo Afeto Negativo 2,11 (DP=0, 62). No escore geral a média obtida foi de 2,91 (DP=0,25); no que se refere à Qualidade de Vida Geral, a média total (ou escore de Qualidade de Vida Geral) é de 4,04 pontos com (DP=0,61) (equivalente a 80,8% de positividade da escala); no que se refere a Satisfação com a Vida Geral a média foi 3,84 (DP=0,84), representando 76,8% de positividade; nas médias dos domínios do Whoqol-Bref: os domínios que apresentaram valores positivos foram o de relações sociais, média de 71,66 (DP=17,10), e o físico, média de 71,31 (DP=14,79), depois o psicológico, com média de 69,11 DP=(14,20), porém o domínio relacionado ao meio ambiente registrou média de 60,95 (DP=14,23), demonstrando uma distorcida percepção, que pode ser relacionada às condições de estrutura do curso que ainda está em estruturação e demandando em condições que ainda não as ideais para a realização de atividades práticas. Identificou-se que os melhores preditores independentes para o Bem-Estar Positivo são as variáveis Satisfação com a Vida percebida, do instrumento de Albuquerque e Trocolli (2004), (OR=113,087; p<0,001), Panas Negativo (OR=1,2,18; p<0,001), Domínio Relações Sociais do Whoqol-Bref (OR=1,050; p=0,009), Panas Positivo (OR=1,186; p<0,006) e a variável sexo masculino (OR=0,312; p=0,041). Nos dados qualitativos evidenciou-se que, quanto à formação da identidade discente, relatam que ela se dá como uma realidade que evolui e se desenvolve constantemente, tanto pessoal como coletivamente, não é algo que já se possua mas algo que se desenvolve durante a vida. O desenvolvimento da identidade acontece no terreno do subjetivo e se caracteriza como um processo evolutivo, de interpretação de si mesmo como pessoa, no contexto estudado. Como a construção do bem-estar na Educação Física está vinculada tanto à existência de características pessoais como de condições contextuais externas e, nesse sentido, espera-se que as reflexões aqui apresentadas possam oferecer subsídios para que se pense a formação na perspectiva mais coerente com as necessidades dos professores e da sociedade contemporânea. Para os recém-formados o processo de inserção em um mundo de trabalho oferece uma série de desafios e obstáculos em que estes jovens profissionais têm que fazer escolhas e buscar formas de superar os desafios da inserção, ressaltando que os estágios, para a grande maioria dos professores recém-formados, são de suma importância para reconhecerem-se enquanto profissionais, sendo o momento de viver e comportar-se como docente, motivando positivamente o aluno para exercer a profissão, demonstrando ser excelente ferramenta para ajudar na construção da trajetória docente de modo positivo.
URI: http://hdl.handle.net/10923/7616
Appears in Collections:Dissertação e Tese

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
000475544-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo1,9 MBAdobe PDFOpen
View


All Items in PUCRS Repository are protected by copyright, with all rights reserved, and are licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License. Read more.