Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://hdl.handle.net/10923/7655
Tipo: masterThesis
Título: A pergunta na aprendizagem em química: a percepção de teóricos, professores e estudantes do ensino médio
Autor(es): Pinto, Luíza Vergara de Azevedo Rodrigues
Orientador: Ramos, Maurivan Güntzel
Editor: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e Matemática
Fecha de Publicación: 2014
Palabras clave: QUÍMICA - ENSINO MÉDIO
QUÍMICA - MÉTODOS E TÉCNICAS DE ENSINO
ARGUMENTAÇÃO
EXPERIMENTAÇÃO
PESQUISA EDUCACIONAL
APRENDIZAGEM
EDUCAÇÃO
Resumen: O presente trabalho aborda os afastamentos e as aproximações em relação às concepções de teóricos, professores de Química e estudantes do Ensino Médio a respeito do uso da pergunta em sala de aula. Assim, o problema central da investigação é a seguinte pergunta: Que aspectos se aproximam e que aspectos se afastam em relação às percepções de teóricos da Educação e Educação em Ciências, professores de Química e estudantes do ensino Médio sobre o uso da pergunta na sala de aula? A investigação foi realizada com 38 estudantes e 20 professores de escolas das redes pública e privada de Porto Alegre e da Grande Porto Alegre. Para a coleta de dados, foram aplicados questionários com os sujeitos de pesquisa, os quais, posteriormente, foram analisados por meio de Análise Textual Discursiva. A análise permitiu compreender como a pergunta está presente na sala de aula e comparar as percepções de teóricos, professores e estudantes. Foi possível identificar que a educação pela pesquisa pouco ocorre nas escolas investigadas e que o questionamento reconstrutivo não foi identificado nas respostas aos questionários respondidos. Dentre as conclusões, aponta-se a necessidade da qualificação da formação do professor, tanto teórica quanto prática, para que tenham condições de trabalhar a pesquisa de acordo com os pressupostos de Demo (2007), contribuindo para o emprego do questionamento reconstrutivo na sala de aula e para tornar o estudante um pesquisador ativo.
This paper discusses the approaches and departures on the concepts of authors, professors of chemistry and middle school students about the use of inquiry in the classroom. Thus, the central problem of the following research question: What aspects approach and depart aspects in relation to the theoretical insights of Education and Science Education, Chemistry teachers and high school students on the use of inquiry in the classroom? The investigation was conducted with 38 students and 20 teachers from public and private network of Porto Alegre and Porto Alegre metropolitan area. For data collection, questionnaires were applied with research subjects and subsequently analyzed using Textual Discourse Analysis. The analysis allows us to understand how the question is present in the classroom and what the comparative between theorists, teachers and students. It was possible to identify that inquiry based teaching does not occur that investigated schools and reconstructive question was not identified in the responses to questionnaires. In conclusion, it points to the need for teacher training for this research, both theoretical and practical, work under the assumptions of Demo (2007) and consequently makes the student an active researcher, moreover, the use of reconstructive questioning.
URI: http://hdl.handle.net/10923/7655
Aparece en las colecciones:Dissertação e Tese

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción TamañoFormato 
000475881-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo1,81 MBAdobe PDFAbrir
Ver


Todos los ítems en el Repositorio de la PUCRS están protegidos por derechos de autor, con todos los derechos reservados, y están bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial 4.0 Internacional. Sepa más.