Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/7768
Registro Completo de Metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorPich, Roberto Hofmeister
dc.contributor.authorPimentel, Pablo Fernando Campos
dc.date.accessioned2016-01-07T01:03:30Z-
dc.date.available2016-01-07T01:03:30Z-
dc.date.issued2015pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10923/7768-
dc.description.abstractThe purpose of this paper is to present a possible reidian theory for a justification to the problem of induction from its two major writings, namely,"An Inquiry into the Human Mind on the Principles of Common Sense" 1764 and "Essays on the Intellectual Powers of Men" of 1785. Thus, appear quite subtle conception of Thomas Reid about "Problem of Induction", which is primarily discussed in the Inquiry, however, they appear quite important approaches and crucial also in Essays. It should not be forgotten that while the reidiana theory of induction is emerging, a debate and an analysis will be made by Reid in his great contemporary Hume. The importance of Hume's inclusion is indisputable because it has been Reid's time, and also by the contours of his thought about inductive reasoning and how Reid understands and, in a way, goes further. Therefore, some chapters will work with the problem of induction in the two respective works of Reid, HMI and EIP. It will also be an analysis of what was written about the induction and other peripheral issues in Reid, the other researchers. What conclusions Reid comes in and another work, and realize what critics synthesized his thinking in this respect, namely with regard to induction.en_US
dc.description.abstractO objetivo do presente trabalho é apresentar uma possível teoria reidiana para uma justificação ao problema da indução a partir de seus dois grandes escritos, a saber, o “An Inquiry into the Human Mind on the Principles of Common Sense” de 1764 e o “Essays on the Intellectual Powers of Men” de 1785. Desse modo, surgirá de forma bastante sutil a concepção de Thomas Reid acerca do “Problema da Indução”, o qual é discutido primeiramente no Inquiry, no entanto, aparecem abordagens bastante importantes e cruciais também no Essays. Não deve ser esquecido que ao passo que a teoria reidiana da indução vai emergindo, um debate e uma análise vão sendo feitos por Reid em seu grande contemporâneo Hume. A importância da inserção de Hume é indiscutível pelo fato de este ter sido do tempo de Reid, e, também, pelos contornos de seu pensamento acerca do raciocínio indutivo e como Reid o interpreta e, de certo modo, vai além. Deste modo, alguns capítulos trabalharão com o problema da indução nas duas respectivas obras de Reid, IHM e EIP. Também será feita uma análise do que foi escrito acerca da indução e outros assuntos periféricos em Reid, da parte de outros pesquisadores. A que conclusões Reid chega numa e noutra obra, e perceber o que os críticos sintetizaram de seu pensamento nesse aspecto, a saber, no que tange à indução.pt_BR
dc.language.isoPortuguêspt_BR
dc.publisherPontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sulpt_BR
dc.rightsopenAccessen_US
dc.subjectFILOSOFIA INGLESApt_BR
dc.subjectREID, THOMAS - CRÍTICA E INTERPRETAÇÃOpt_BR
dc.subjectINDUÇÃO (FILOSOFIA)pt_BR
dc.titleThomas Reid: o problema da induçãopt_BR
dc.typemasterThesispt_BR
dc.degree.grantorPontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sulpt_BR
dc.degree.departmentFaculdade de Filosofia e Ciências Humanaspt_BR
dc.degree.programPrograma de Pós-Graduação em Filosofiapt_BR
dc.degree.levelMestradopt_BR
dc.degree.date2015pt_BR
dc.publisher.placePorto Alegrept_BR
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000476918-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo446,33 kBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.