Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/10125
Tipo: masterThesis
Título: A ética do bem viver em Epicteto
Autor(es): Fontoura, Fernando Carbonell da
Orientador: Pich, Roberto Hofmeister
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Filosofia
Data de Publicação: 2016
Palavras-chave: ÉTICA
VIRTUDES (FILOSOFIA)
ESTOICISMO
EPITETO - CRÍTICA E INTERPRETAÇÃO
FILOSOFIA
Resumo: A filosofia como modo de vida é matéria das escolas filosóficas antigas, tanto gregas quanto romanas. Para tanto, várias escolas filosóficas desenvolveram discursos para esclarecer e apoiar a prática filosófica. Essa é a ideia central de Pierre Hadot, filósofo francês que retoma a questão da filosofia como modo de vida e do qual partimos para o desenvolvimento dos argumentos em direção a uma ética do bem viver. Este trabalho de dissertação desenvolverá uma ética do bem viver específica do filósofo greco-romano Epicteto, que viveu no primeiro século de nossa era. A busca por um ideal de vida tinha como tópicos fundamentais as virtudes (aretai), a felicidade (eudaimonia), o sereno fluxo de vida (euroia), a imperturbação da alma (ataraxia). Porém, a euroia será considerada aqui como o próprio objetivo da ética do bem viver de Epicteto, essa se desenvolvendo pelo exercício das virtudes. Para efetivar essa a ética do bem viver mostraremos a teoria da ação de Epicteto e as estruturas fundamentais para que ela se realize. Dentro da teoria da ação a proairesis é ponto fundamental onde a razão e a diferenciação entre aquilo que está em nosso poder (eph´hêmin) daquilo que não está em nosso poder (úk eph´hêmin) são de suma importância para o desenvolvimento de uma terapêutica de si em direção à euroia.
Philosophy as a way of life is a matter of ancient philosophical schools, both Greek and Roman. To this end, several philosophical schools have developed discourses to clarify and support philosophical practice. This is the central idea of Pierre Hadot, a French philosopher who takes up the question of philosophy as a way of life and from which we set out to develop arguments towards an ethic of good living. This work of dissertation will develop a specific ethic of good living of the Greek-Roman philosopher Epictetus, who lived in the first century of our era. The search for an ideal of life had as fundamental topics the virtues (aretai), happiness (eudaimonia), the serene flow of life (euroia), the imperturbation of the soul (ataraxia). However, the euroia will be considered here as the fundamental goal of the ethics of well-being, which is developed by the exercise of the virtues. To accomplish this, the ethics of good living will show Epictetus's theory of action and the fundamental structures for it to be realized. Within the theory of action proairesis is a fundamental point where reason and the differentiation between that which is in our power (eph'hêmin) of that which is not in our power (úk eph'hêmin) are of paramount importance for the development of a therapy of yourself toward euroia.
URI: http://hdl.handle.net/10923/10125
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000484269-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo1,13 MBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.