Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/15551
Tipo: masterThesis
Título: Compreendendo estratégias e barreiras para a adoção da governança digital em estados brasileiros
Autor(es): Santos, Fábio Pinheiro dos
Orientador: Luciano, Edimara Mezzomo
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Administração
Data de Publicação: 2018
Palavras-chave: ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA - PROCESSAMENTO DE DADOS
TECNOLOGIA DIGITAL
ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA - BRASIL
ADMINISTRAÇÃO
Resumo: Esta pesquisa tem como tema a Governança Digital, com foco em estratégias e barreiras para sua adoção, no contexto da Administração Pública Brasileira. Considera-se para este estudo que a Governança Digital é a maneira dos governos utilizarem as Tecnologias de Informação e Comunicação para fornecer às pessoas informações convenientes e serviços governamentais, melhorar a qualidade desses serviços e proporcionar maiores possibilidades de participação cidadã. Neste cenário de transformação das relações entre governo e sociedade, verifica-se a necessidade de estratégias bem definidas pelas organizações para ações e projetos visando a sua adoção. Entretanto, dado ao complexo ambiente que envolve o setor público, barreiras e obstáculos são encontrados frente as iniciativas que visam ao objetivo da Governança Digital. Dessa forma, com o intuito de compreender o desafio a ser enfrentado pelos órgãos públicos brasileiros, efetuou-se a análise documental da Política e da Estratégia de Governança Digital lançada pelo governo federal do Brasil em 2016, bem como avaliou-se a evolução dos indicadores estratégicos para o período de 2016 e 2017.Posteriormente, objetivando compreender as barreiras enfrentadas pelos gestores de áreas tecnológicas, em órgãos públicos estaduais, frente as iniciativas que almejam a disponibilização de informações públicas, a prospecção e melhoria de serviços públicos digitais e a ampliação da participação da sociedade no ciclo de políticas públicas, 25 entrevistas semiestruturadas foram realizadas. Participaram da pesquisa representantes dos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Paraná, Santa Catarina e do Distrito Federal. Como resultados, é possível destacar os mecanismos utilizados pelo governo federal brasileiro para tentar transformar o Governo Eletrônico em Governança Digital, a qual se apresenta próxima ao conceito de Governança Colaborativa. Também se destaca que, os governos estaduais, antes mesmo de elaborarem suas políticas e estratégias para a adoção da Governança Digital, já se deparam com barreiras estruturais e culturais perante as suas iniciativas de acesso à informação, serviços públicos digitais e participação social. Neste contexto, um conjunto de doze barreiras estruturais e oito barreiras culturais foram identificadas e compreendidas. Essa pesquisa contribui para a teorização da Governança Digital, no contexto da administração pública brasileira, e contribui com os gestores públicos na identificação de dificuldades a serem encontradas para a implementação de ações que visam ao propósito da Governança Digital.
This research has as its main theme Digital Governance, with focus on strategies and barriers for its adoption in the context of Brazilian Public Administration. In this study, Digital Governance is the way that governments use the Information and Communication Technologies to deliver to all people convenient information and governmental services, to better the quality of those services and to provide bigger possibilities of the citizen’s participation. In this setting of transformation of the relations between government and society, organizations need to use well defined strategies regarding actions and projects for its implementation. However, given the complex environment that involves the public sector, barriers and obstacles are met in the face of initiatives that have as an objective the Digital Governance. Thereby, with the intention of understanding the challenge to be faced by the Brazilian Public Organizations, a documental analysis on the Politics and on the Digital Governance Strategy released by the Brazilian Federal Government in 2016 was made, as well as the evolution of the strategic indicators for the period of 2016 and 2017 was evaluated. Afterward, with the objective of understanding the barriers to be faced by the managers of technological areas, in State Public Organizations, regarding the initiatives that aim the availability of public information, the prospecting and betterment of Digital Public Service and the enlargement of the societies’ participation in the cycle of Public Politics, 25 semi structured interviews were performed.Representatives of São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Paraná, Santa Catarina States and Federal District also participated in this research. As results, it’s possible to highlight the mechanisms used by the Brazilian Federal Government in trying to transform the Electronic Government into Digital Governance, which is close to the concept of Collaborative Governance. It’s also highlighted that the State Governments, even before elaborating their politics and strategies for the adoption of Digital Governance, have already faced cultural and structural barriers before their Information Access Initiatives, Digital Public Services and Social Participation. In this context, an assembly of twelve structural and eight cultural barriers were identified and understood. This research contributes to the theorization of Digital Governance, in the context of the Brazilian Public Administration, and contributes with the public managers in the identification of difficulties to be met for the implementation of actions that aim at the purpose of Digital Governance.
URI: http://hdl.handle.net/10923/15551
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000494672-Texto+completo-0.pdfTexto completo1,31 MBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.