Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10923/1614
Type: masterThesis
Title: Autoria de artefatos de software
Author(s): Silva, Marcos Tadeu
Advisor: Bastos, Ricardo Melo
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Graduate Program: Programa de Pós-Graduação em Ciência da Computação
Issue Date: 2010
Keywords: INFORMÁTICA
ENGENHARIA DE SOFTWARE
Abstract: No contexto da engenharia de software, processos de desenvolvimento de software definem um conjunto de “atividades”, “papéis”, e “artefatos” que são utilizados durante o ciclo de vida da construção de um produto de software. Entretanto, tais processos representam artefatos como documentos monolíticos, que são compostos de informações fracamente estruturadas. Isto ocorre dado o fato da construção dos artefatos ser feita a partir de processadores de textos, levando a um problema na computação da estrutura, da organização e do conteúdo, uma vez que limita a potencial formalização dos artefatos utilizados. Diante deste contexto, o desafio é construir artefatos de software que podem ser controlados e gerenciados através de ferramentas que trabalhem com maior nível de formalização. Neste sentido, apresentamos uma abordagem que visa à representação de artefatos de forma bem estruturada, separando artefatos em dois níveis: “estrutura” e “conteúdo”. Além disso, este trabalho também auxilia na utilização de artefatos de forma genérica, independente de processo, o que é conhecido na literatura por camadas de “definição” de artefatos e “uso” em processos. Desta forma, nossa abordagem consiste na utilização de um paradigma diferente de manipulação de artefatos, numa tentativa de melhoria no controle da informação desde a fase de autoria e definição do processo de desenvolvimento de software.
In the context of software engineering, software process defines a set of “activities, “roles”, and “artifacts” that are used throughout a software product life-cycle. However, these processes represent artifacts as monolithic documents of loosely structured information. This occurs due to the fact that the artifact construction is developed through text processing tools, leading to problems in the computation of the structure, in the organization, and in the content, since it limits the potential formalization of the used artifacts. In this context, the challenge is to build software artifacts through tools that work with a higher level of formalization. In this sense, we present an approach which aims to represent software artifacts in a structured way, slicing artifacts in two levels: “structure” and “content”. Besides, this work also helps to present artifacts as a generic process independent source. In the literature, this is known as separated “method definition” and “process structure use”. Therefore, our approach consists in using a different paradigm for artifact manipulation, trying to increase the information control at the software development process authoring and definition phase.
URI: http://hdl.handle.net/10923/1614
Appears in Collections:Dissertação e Tese

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
000435459-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo3,93 MBAdobe PDFOpen
View


All Items in PUCRS Repository are protected by copyright, with all rights reserved, and are licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License. Read more.