Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/3939
Tipo: masterThesis
Título: Representações da morte: fotografia e memória
Autor(es): Soares, Miguel Augusto Pinto
Orientador: Kern, Maria Lúcia Bastos
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em História
Data de Publicação: 2007
Palavras-chave: RIO GRANDE DO SUL - HISTÓRIA
FOTOGRAFIA - HISTÓRIA
ARTE CEMITERIAL
MORTE
MEMÓRIA SOCIAL
CEMITÉRIOS - RIO GRANDE DO SUL
Resumo: A presente dissertação analisa a relação da fotografia com a morte através do estudo de retratos mortuários produzidos em território gaúcho, no período de 1890 a 1963, e também de retratos cemiteriais, do cemitério São Miguel e Almas da cidade de Porto Alegre. Essas fotografias fazem parte de uma cultura visual que desempenha importante papel nas sociedades ocidentais, constituindo-se em artefatos confeccionados para atender aos anseios de diferentes coletividades diante do inexorável fato da morte. Seus usos e funções trazem diversos elementos relacionados às questões da imagem e da memória, tanto individual como coletiva, que são abordados a partir de autores que se dedicam ao estudo desses temas. São apresentadas 68 imagens, investigando-se seu caráter histórico e suas imbricações com a memória, além de sua forma, estrutura, materialidade e função. Estuda-se também como a fotografia passou a ser um importante elemento cemiterial e uma inestimável ferramenta da memória visual, disputando espaço com esculturas, relevos e demais signos funerários. Assim, busca-se com esse trabalho construir uma análise a partir das importantes questões culturais e sociais que culminaram nessas imagens.
The following dissertation analyses the relationship between photography with death through mortuary portraits produced in the south within the period of 1890 and 1963, and also of cemeterial portraits from Porto Alegre´s São Miguel e Almas cemetery. Such pictures take on important roles in the visual culture of western societies as they constitute artifacts different collectivities make in order to handle the inexorability of death. Its uses and functions bring several elements related to issues of image and of individual and collective memory, which are approached by some authors that devote themselves to such studies. The sixty eight images presented have been subject to historical investigation and their memory imbrications, besides their form, structure, materiality and function. The importance of photography as a cemeterial element and an invaluable tool of visual memory competing with sculpture and high relief among other funerary signs is also the subject of this study. Thus, the aim has been to build an analysis of the cultural and social issues that have culminated in these images.
URI: http://hdl.handle.net/10923/3939
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000394308-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo3,15 MBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.