Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://hdl.handle.net/10923/7013
Tipo: doctoralThesis
Título: Hedgings em textos acadêmicos: uma perspectiva de aquisição de L3
Autor(es): Sun, Yuqi
Orientador: Perna, Cristina Becker Lopes
Editor: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Letras
Fecha de Publicación: 2015
Palabras clave: LINGUÍSTICA
MULTILINGUÍSMO
PLURILINGUÍSMO
AQUISIÇÃO DA LINGUAGEM
LÍNGUA ADICIONAL
Resumen: This dissertation deals with the use of hedging strategies, which are considered a linguistic act to intensify or reduce the illocutionary force of scientific statements in academic writing, from the perspective of Third Language Acquisition (TLA). The study aims to analyze what the main factors are that influence these strategies in Chinese bachelor degree theses. Based on the hypothesis that multilinguals have a different pragmatic competence from bilinguals, which may influence the use of hedging strategies in academic writing, this study has been developed in three stages. In the first stage, the theoretical framework is discussed, focusing on TLA and hedging concepts and classifications in academic research articles. In the second stage, we present how the corpus was compiled and tagged, which consists of 60 texts in Chinese (L1), English (L2) and Portuguese (L3), written by Chinese bilingual and multilingual students with different English proficiencies. The third stage is to establish and analyze the associations of text moves, L2 status, speaker types and writing languages to the different hedging categories and effects, based on the data mining. The result shows that Chinese bilinguals apply hedging strategies with more frequency than multilinguals. Moreover, the texts written in English present more use of hedging with the effect of attenuation than in the other two languages. The study also shows that both text moves and second language proficiency may influence hedging strategies. However, each of them presents a different cross-linguistic influence for a given hedging category.
Este trabalho trata do uso das estratégias de hedging, que são consideradas como uma ação de intensificar ou atenuar a força ilocucionária das afirmações científicas na produção acadêmica, sob uma perspectiva de Aquisição de Terceira Língua (AL3). O objetivo é analisar quais são os principais fatores que podem influenciar essas estratégias nos trabalhos de conclusão de curso de graduação, produzidos por alunos chineses. Partindo-se da hipótese de que os multilíngues possuem uma competência pragmática diferente dos bilíngues e que isso pode influenciar no uso das estratégias de hedging na produção científica, o estudo é realizado em três etapas. Na primeira etapa, são discutidas as principais teorias sobre a AL3 e os conceitos e classificações de hedging na produção acadêmica. Na segunda etapa, são realizadas a compilação e a anotação do nosso corpus de estudo, que é composto por 60 textos de mandarim (L1), inglês (L2) e português (L3), escritos por alunos chineses bilíngues e multilíngues, com diferentes proficiências em inglês. A terceira etapa visa estabelecer e discutir as principais associações dos fatores, quais são os movimentos textuais, proficiências em L2, tipos de falantes e línguas na escrita com as diferentes categorias e efeitos de hedging, a partir dos resultados fornecidos com base na mineração de dados. O resultado mostra que os chineses bilíngues possuem uma tendência a produzir mais hedging do que os multilíngues e que o inglês na escrita condiciona mais hedging de atenuação do que as outras duas línguas. Tanto os movimentos textuais, quanto as proficiências de L2 podem influenciar a produção de hedging, porém de maneira diferente para cada tipo de hedging.
URI: http://hdl.handle.net/10923/7013
Aparece en las colecciones:Dissertação e Tese

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción TamañoFormato 
000464982-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo8,08 MBAdobe PDFAbrir
Ver


Todos los ítems en el Repositorio de la PUCRS están protegidos por derechos de autor, con todos los derechos reservados, y están bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial 4.0 Internacional. Sepa más.